GameVicio Entretenimento: GameVicio | FlashVicio | Hhide.ME | ClubVicio | Fórum | Flow | MovieVicio

Review de Tekken 6 para PS3 de E-Zine/MyGames

por Giordano Trabach, fonte E-Zine/MyGames, data  editar remover


Depois de um excelente e viciante Tekken 5 e um soberbo Tekken Dark Ressurection na PSP, a saída de Tekken 6 era mais que inevitável. Com um legado de respeito para trás e a passagem para a nova geração, Tekken 6 tinha muitas expectativas para superar, e a Bandai Namco procurou responder aos fãs da melhor maneira, mas será que foi o suficiente para Tekken 6 conseguir competir com pesos pesados como Street Fighter 4, Soulcalibur 4 ou até Virtua Fighter 5?

Tekken 6 arranca algum tempo depois de Tekken 5, onde agora Jin Kazama está à frente da Mishima Zaibatsu, numa tentativa de domínio mundial, e onde o seu pai, Kazuya Mishima, agora líder da G Corporation, tenta a todo o custo evitar que o seu filho tome controlo do mundo. Apanhadas no meio desta guerra aberta estão todos os restantes lutadores, que aproveitam a disputa entre os membros da família Mishima para entrar no novo torneio The King of The Iron Fist Tournament, cada um pelos seus devidos motivos.

Claro que o declarar de um novo The King of the Iron Fist Tournament, traz sempre caras conhecidas, mas também sangue novo, e em Tekken 6, o roster de jogadores está mais completo e variado que nunca, com destaque claro para os novos lutadores. Bob, Alisa, Lars, Miguel, Zafina e Leo são os novos lutadores, e posso dizer que são todos muito bem vindos e até serão facilmente preferidos por muitos veteranos da série. Quanto às personagens antigas, algumas foram renovadas tanto no seu vestuário como na combinação dos seus ataques, mas estão muito semelhantes ao que foi feito em Tekken 5, o que sendo muito honesto, abona bastante em favor de Tekken 6.

Mas as personagens de Tekken 6 foram feitas para lutar, e aqui há muito que fazer, existem vários modos Offline clássicos, como Arcade, Ghost, Time Attack , Team Battle, Survival e claro, VS para dois jogadores quer offline, quer online. Além disso há várias opções para poderem treinar a vosso gosto e personalizar as várias personagens com roupas e acessórios através do dinheiro que vão acumulando. Voltando ao modo Arcade, é que aqui que podem conhecer a versão lançada nas arcades. Vão combater contra vários inimigos de seguida, enfrentando por fim Jin e um Boss final (Azazel) ao bom estilo dos mete nojo.

Por fim há o Scenario Mode, uma evolução do modo Tekken Force de Tekken 4 ou Devil Within de Tekken 5. Aqui há muita história para conhecer, que envolve bastante as novas personagens Lars e Alisa de Tekken 6, mas este modo é jogado ao estilo de um beat'em'up livre, e como tal, têm as falhas que assolam este género desde surgiu no pc, como é o caso de ângulos de câmara mal colocados, e também uma débil interacção com os golpes das personagens. ?? divertido, e podem jogar a dois, mas mesmo sendo um modo essencial, foi uma oportunidade perdida.

No entanto, quem joga Tekken durante muito tempo, não é certamente pelo modo para um jogador. ?? certo que ganhar dinheiro para desbloquear os milhares de acessórios e roupas para as personagens é tentador, mas é no multijogador que Tekken 6 brilha.

A jogabilidade permanece clássica, sendo atribuídos dois botões para os murros e dois para os pontapés, é possível realizar combinações dos mesmos ou invertidos para agarrar o adversário, e é basicamente isso. Onde Tekken 6 acerta é em conseguir tornar esta simplicidade num verdadeiro colosso que envolve bastante treino para aperfeiçoar e aprimorar cada personagem. ?? verdade que os novatos podem agarrar em parte das personagens e partir de imediato para o combate, mas os veteranos vão gostar de ver que o desafio mantêm-se.

Quanto ao modo online, este está bem perto do esperado, mas infelizmente continua a sentir-se que as ligações online não são as melhores, podendo uma partida variar entre fluída e veloz, até um doloroso chorrilho de lag. No entanto é sempre um tempo bem passado e quanto melhor for a ligação, mais diversão este modo vai conseguir oferecer.

No que toca à apresentação, os gráficos estão muito aquém do melhor que já foi mostrado nesta geração, fazendo lembrar em muito, uma versão ligeiramente melhorada de Tekken 5, porém, continua a ser bastante agradável, e cumpre a sua função. As cinemáticas mantém-se fenómenais e de encher o olho, com os exageros a que a Namco Bandai já nos habituou. Quanto à música de Tekken 6, preparem-se para uma mistela de géneros, que vão desde ritmos irritantes até a composições épicas. As vozes estão novamente feitas ao estilo das regiões de origem de cada personagem, e embora não sejam nada de especial, fazem parte do pacote.

Resumindo, Tekken 6 é um grande jogo e continua em grande força a fazer o que a série Tekken faz de melhor, oferecer um jogo de luta viciante e desafiante. Infelizmente há muitas coisas que podiam ter sido levadas em outras direcções, sendo a mais evidente, o modo Scenario, pois fica aquém das expectativas e devia ter sido mantido como um modo opcional e não uma referência. Por fim, os Loadings foram claramente melhorados em relação à versão de antevisão, no entanto, é aconselhado que recorram à instalação na consola para encurtar os tempos de espera.

Tekken voltou, e embora não tenha sido o melhor combate de sempre, Tekken 6 sai vitorioso. Resta esperar que a Namco Bandai aprenda com os erros cometidos e que Tekken 7 seja uma evolução da franchise, mantendo o sistema de jogabilidade que o fazem uma das melhores séries de luta de sempre.


  1. ?? Tekken no seu melhor
  2. As novas personagens são uma boa adição
  3. Modo Online
  4. Milhares de peças para personalizar os personagens
  5. Diversão garantida para os fãs da série



  1. Lag Online
  2. Modo Scenario é algo fraco
  3. Loadings enquanto não instalarem



Nenhum comentário

comments powered by Disqus
E-Zine/MyGames
85/ 100
Média da crítica
Média dos usuários
Sua nota

Sobre o colaborador

avatar de Giordano Trabach

Reviews da crítica

4.5 / 5
Uol Jogos
©2016 GameVicio