GameVicio Entretenimento: GameVicio | FlashVicio | Hhide.ME | ClubVicio | Fórum | Flow | MovieVicio

Review de Call of Duty: Modern Warfare 2 para PS3 de E-Zine/MyGames

por Giordano Trabach, fonte E-Zine/MyGames, data  editar remover


O Call of Duty 4: Modern Warfare foi um passo em frente nesta grandiosa série. A Infinity Ward arriscou e conseguiu elevar a série Call of Duty a novos patamares, redefinindo uma nova era de shooters. A Infinity Ward conseguiu fazer com que Call of Duty: Modern Warfare 2 fosse envolto numa expectativa elevada, entre lançamentos de teasers e trailers de deixar agua na boca. Apesar de ter sido lançado na segunda-feira, Call of Duty: Modern Warfare 2 já ficou na história ao ser o jogo mais vendido no dia de lançamento, com milhões de cópias por todo o mundo. Mas será que merece este hype todo?

Primeiro que tudo preparem-se, Call of Duty: Modern Warfare 2 é um jogo mais adulto que o seu antecessor, contém cenas mais violentas, chocantes, capazes de nos envolver emocionalmente, mas antes teremos que aceitar o aviso para as pessoas mais sensíveis, ao qual nós dizemos alegremente e com um sorriso nos lábios: "sim nós aceitamos". Call of Duty: Modern Warfare 2 divide-se em três modos distintos, são eles: Spec-Ops, Campanha e Multiplayer.

Se são fãs da série Call of Duty, então sabem, que os rapazes da Infinity Ward gostam de nos fazer desenrolar o papel de várias personagens durante o jogo, Call of Duty: Modern Warfare 2 não é diferente. Se são dos poucos que ainda não chegaram ao fim do modo campanha de Call of Duty 4: Modern Warfare então saltem o próximo paragrafo, pois vão ser ditas algumas partes que poderão ser facilmente consideradas SPOILER.

Como sabem, a campanha de Call of Duty: Modern Warfare 2, é a continuação directa de Call of Duty 4: Modern Warfare. Depois de Imran Zakhaev ter sido morto, o seu "comrade" Makarov decide continuar o seu trabalho, com o objectivo de reestabelecer a sua organização terrorista e envolver o mundo em terror e caos. Jogar Call of Duty: Modern Warfare 2 é como estar numa sala de cinema a assistir a um filme, todo o jogo foi feito de modo a que se assemelhasse a essa experiência. O inicio é simples com pequenas cenas épicas do Call of Duty 4: Modern Warfare, onde certamente muitos de vocês se relembraram com uma lágrima ao canto do olho.

A campanha irá levar-vos para várias localizações do globo, iremos passar pelo Afeganistão, onde as ruas são bem caracterizadas pelos seus cartazes em árabe já gastos, as nuvens de pó que dificultam por vezes a visão, onde o perigo espreita em cada esquina, onde cada "civil" pode ter uma arma, pondo a vida dos nossos camaradas em perigo até às ruas do Rio de Janeiro. Quando chegamos a esta ultima pode ser uma experiência engraçada, pois os terroristas e não só, falam Português do Brasil e para nós Portugueses que compreendemos, torna-se uma experiência bastante engraçada, com falas como "Mata Ele". Ao longo da nossa aventura iremos também encontrar personagens já nossos conhecidos do Call of Duty 4: Modern Warfare, como Captain MacTavish.

A acção em Call of Duty: Modern Warfare 2 desenrola-se de maneira semelhante ao seu antecessor, mas com ???pequenas??? adições que conseguem renovar a experiência, juntamente com um estado de alerta constante, pois para além de nos termos que preocupar com os terroristas, em certos níveis iremos ter que ser cautelosos e ter o dedo leve no gatilho, devido aos civis que proliferam em níveis como o das favelas do Rio de Janeiro. Agora, também é possível ter duas armas como duas UZI com o L1 a controlar a arma da mão esquerda e o R1 a da direita, para não falar que em Call of Duty: Modern Warfare 2 existem agora ???Portable Turrets??? que são simplesmente armas de grande calibre, com a possibilidade de as podermos transportar para um sitio estratégico à nossa escolha.

No entanto, esta tarefa é claramente dificultada pelo melhoramento da Inteligência Artificial. Os inimigos são expertos, inteligentes e matreiros, escondendo-se atrás de veículos ou de qualquer objecto que sirva para cobertura. Estes mudam de posição constantemente, sendo que por vezes somos apanhados desprevenidos com eles a flanquearem-nos, para não falar que aparecem em grandes quantidades e em dificuldades mais extremas, transformam Call of Duty: Modern Warfare 2, num desafio constante às nossas capacidades. Neste Call of Duty: Modern Warfare 2 também foram introduzidas, pela primeira vez na série, pequenas cenas onde tomamos as ???rédeas??? de um veiculo como é o caso da bastante conhecida cena da moto de neve.

A Infinity Ward mais uma vez conseguiu com que este Call of Duty: Modern Warfare 2 tivesse autenticidade como palavra de ordem. O leque de armas foi aumentado, cada uma com as suas características reais, sendo uma das adições o ???Riot Shield???. Pormenores como a gravidade, alcance efectivo da arma ou até mesmo o poder de penetração das munições são para ter em conta, tal como os belos dos acessórios que as acompanham, de destacar o monitor que detecta batimentos cardíacos, por forma a indicar-nos a posição do inimigo em condições atmosféricas adversas ou até mesmo pelo jeito que dá no Multiplayer.

Contudo, Call of Duty: Modern Warfare 2, não seria nada sem o seu grafismo excepcional e sonoro que nos deixam de boca aberta. Apesar de o motor gráfico ser o mesmo, este foi melhorado, proporcionando uma atmosfera quase foto-realista. Explosões e destruição são simplesmente uma coisa bela de se ver, o detalhe dos soldados, as expressões faciais e os cenários estão extremamente detalhados e proporcionam um ambiente de cortar a respiração que transpira guerra, acção e morte.

O som é outro ponto de destaque em Call of Duty: Modern Warfare 2, o trabalho de vozes está simplesmente perfeito, as personagens acentuam bem através das vozes o que se passa à sua volta. O som que acompanha as missões põe-nos no espírito ideal de um jogo de guerra. O som é distinto em cada arma, podendo até alguém conseguir identificar as armas apenas pelo som que fazem e se for o caso de possuírem um sistema de som 5.1/7.1, preparem-se para fazer o chão da vossa casa tremer com as explosões mais estrondosas e realistas feitas para um videojogo.

Por falar em morte chegou a altura de falar no modo que manteve milhões de jogadores colados ao ecrã e que fez com que, Call of Duty 4: Modern Warfare, entrasse para o Guiness com o titulo de jogo mais jogado online nas consolas. Estamos a falar obviamente do Multiplayer, que apesar de não ter sofrido alterações na sua base de jogo, recebeu umas novidades que são capazes de nos agarrar (ainda mais) ao Call of Duty: Modern Warfare 2.

Como foi dito, a base do jogo mantém-se a mesma, existem vários modos de jogo já conhecidos para quem anda nestas andanças dos FPS. Desde o clássico Team Deathmatch, ao mítico Capture the Flag, ao qual se juntaram os novos modos ???Demolition??? e 2 modos em 3ª pessoa. Em Demolition iremos ter que activar bombas que estão espalhadas pelos cenários e defende-las, até estas rebentarem. Já nos modos 3rd person a principal característica, é mesmo o facto de vermos o nosso boneco numa câmara afastada por trás, como se tratasse de um God of War 3 ou até mesmo de um Uncharted 2: Among Thieves.

As Perks estão de volta, umas novas outras bem conhecidas do Call of Duty 4: Modern Warfare. Continuamos a poder escolher 3 para o nosso soldado, sendo que consoante a nossa prestação iremos receber boost, como por exemplo um boost de health durante um determinado tempo. Agora também podemos escolher as nossas Kill Streaks, desde Stealth Bombers, a Precision Airstrikes, ao belo do AC-130, dando este ultimo o poder de ???controlarmos??? um avião e bombardear tudo o que se mexa.

No entanto, o modo que mais surpreendeu foi o Spec-Ops, que tal como a Infinity Ward tinha prometido, este é o tão esperado modo cooperativo. Apesar deste modo de jogo não ter integração com a campanha, acreditem que existe aqui uma mina de ouro. O modo Spec-Ops de Call of Duty: Modern Warfare 2 surpreendeu pelo grau de vicio que é capaz de provocar, aqui vamos encontrar cerca de 30 missões que podemos desfrutar em Multiplayer local ou através de uma ligação à Internet. Spec-Ops ???muda??? todo o sistema de jogo, tornado-o mais táctico, mais emocionante e deveras viciante. Caso o nosso companheiro seja gravemente ferido este pode continuar a rastejar e a disparar tiros com a sua pistola, até que nós o salvemos (ou vice-versa). A experiência consegue ser ainda melhor se tivermos ao nosso lado alguém que saiba jogar, alguém que saiba cobrir os cantos, que saiba ser fatal quando atira, fazendo este modo sentir que há um laço que nos une, ao nosso irmão de armas.

As missões são em bom numero, sendo elas variadas e passam por termos que eliminar todos os terroristas numa determinada localização ou ajudar o nosso camarada a chegar ao ponto de extracção, enquanto estamos a bombardear o local a 1 Km de altitude no nosso AC-130. Pormenores como o nosso companheiro dizer ???i'm out??? (está sem munições) fazem com que nós tomemos a rédea da acção, isto claro se jogarmos em dificuldades extremas.

Call of Duty: Modern Warfare 2 é um sério candidato a jogo do ano, com o seu grafismo soberbo, capaz de nos oferecer ambientes bastante detalhados, para além do som bem trabalhado, tornando tudo à nossa volta um ambiente hostil e realista, isto claro, aliado a um sistema de físicas que agradaram a qualquer um e uma violência que foi claramente aumentada, para nos oferecer o triste realismo que uma guerra implica. Call of Duty: Modern Warfare 2 torna-se assim um jogo obrigatório, para qualquer um que goste de shooters com uma acção frenética e constante.


  1. Modo Campanha curto mas bom
  2. Multiplayer consegue ser ainda mais viciante que o antecessor
  3. O modo Spec-Ops é uma agradável surpresa
  4. Grafismo quase Foto-realista



  1. Algumas texturas menos conseguidas



Nenhum comentário

comments powered by Disqus
E-Zine/MyGames
96/ 100
Média da crítica
Média dos usuários
Sua nota

Sobre o colaborador

avatar de Giordano Trabach

Reviews da crítica

4.5 / 5
Uol Jogos
9.5 / 10
GameHall
©2016 GameVicio