GameVicio Entretenimento: GameVicio | FlashVicio | Hhide.ME | ClubVicio | Fórum | Flow | MovieVicio

Review de Dragon Ball Z: Attack of the Saiyans para DS de GameTV

por Giordano Trabach, fonte GameTV, data  editar remover


Se existe um título que não faz a diferença na hora da escolha por um console, esse seria Dragon Ball. Goku, Gohan, Krillin e mais todos os personagens da série nunca deixaram um gamer na mão, marcando presença praticamente em todos os consoles. Agora é a vez do Nintendo DS receber sua parcela das Esferas do Dragão com Dragon Ball Z: Attack of the Saiyans, o novo RPG exclusivo do portátil.

Seguindo uma linha mais tradicional, o game abandona totalmente o uso da stylus e os gráficos 3D encontrados em Dragon Ball Origins, também de DS. Attack of the Saiyans é aquele RPG clássico, com gráficos 2D, um sistema de combates por turnos, itens de cura e times de até três personagens ao mesmo tempo.

O jogo é bem direto com o jogador: assista aos diálogos, vá para a dungeon - se é que o jogo já não te põe direto na boca do lobo - siga em linha reta, salve, ganhe uns pontos de experiência e derrote o chefe. Não existem quebra-cabeças, explorações complicadas, conversas paralelas importantes, nadinha. ?? como se fosse um jogo de aventura com pausas para o desenrolar da história.

E por falar em trama, o enredo de Dragon Ball Z: Attack of the Saiyajins explora os acontecimentos que se iniciam no 23º Torneio Mundial de Artes Marciais, quando Piccolo Jr. tenta se vingar de Son Goku pela derrota de seu outro "eu". Essa parte da história faz parte do arco final de Dragon Ball, aquela que mantinha o pequeno Goku como protagonista. Já crescido e recém chegado de um longo período de treinamento, o rapaz surpreende à todos com seu crescimento, tanto físico quanto espiritual.

Como interlúdio de histórias, temos alguns fatos que são contados pela primeira vez em Dragon Ball. Essas passagens inéditas dão a chance de conhecermos um pouco da história do Templo Oorin, local que é o berço do treinamento de Krillin, o velho esconderijo de Yamcha e até mesmo à conclusão do treinamento de Tenshinhan - ou pelo menos uma parte dele.

O interessante é que essas histórias não são postas a esmo na trama. Cada uma faz uma ligação particular com determinados acontecimentos da história oficial. A passagem de Yamcha, por exemplo, deixa os jogadores sabendo que o Monster Carrot (o coelho que transforma seus inimigos em cenoura) conseguiu retornar da Lua antes que a mesma explodisse. São pequenos fatos que, num contexto macro, fazem todo o sentido -especialmente para os fãs da série.

A saga que dá nome ao jogo é o primeiro grande arco de Dragon Ball Z, contando com a investida dos sayajins, raça alienígena que dispões dos mais fortes guerreiros e que vive da dominação de novos planetas. ?? aqui também que descobrimos que Goku não é um terráqueo, mas sim um enviado sayajin que supostamente deveria destruir a Terra.

O sistema de combate é bastante simples. Os menus, todos ilustrados, são mostrados na tela de baixo do DS, e indicam os comandos de ataque, defesa, ataques com Ki e super especiais. Estes, no entanto, só podem ser utilizados ao longo do jogo, não são liberados logo de cara.

Os ataques especiais, chamados de Sparking, funcionam a partir do momento que sua barra de fúria (Rage Meter) está cheia. ?? preciso que mais de um personagem tenha essa barra preenchida para a execução de ataques combinados. Esses ataques causam um dano extremo a um ou até mesmo todos os inimigos do cenário.

Ataques especiais ou super ataques gastam sua barra de Ki, que ao contrário dos outros jogos da série, não se enchem sozinhas. Seu Ki funciona como o Magic Power, então, ao gastá-lo, é preciso que você utilize 'potions' de MP, assim como os de HP para sua energia.

DB: Attack of the Saiyans conta com um sistema de defesa um pouquinho mais inteligente. Na hora do turno inimigo, se você estiver atento aos seus ataques, é possível diminuir o dano do adversário ou até mesmo esquivar-se dos ataques. Para isso, basta apertar no instante indicado na tela, Y, X ou o B do seu DS. Com isso os turnos contra seus personagens tornam-se um pouco menos chatos de esperar terminar.

A cada novo nível alcançado você ganha pontos de experiências que podem ser distribuídos pelos atributos dos personagens. Ataque, defesa, velocidade e técnicas especiais, é só escolher e distribuir. Com os AP Points você pode fortalecer seu Kame Hame Ha, por exemplo, até deixá-lo monstruosamente destruidor.

O mapa mundi disponibilizado pelo jogo faz com que você possa revisitar qualquer localidade quando bem entender. Certos distritos disponibilizam lojas para a compra de itens, artefatos para aumento de poder e as capsulas da Corporação Capsula. Com elas, você ganha vantagens sobre algumas armadilhas de cenário. Por exemplo, uma nuvem de fumaça venenosa que impede o seu caminho para a próxima tela. Ao equipar a cápsula Gas Mask, você não é mais afetado pelo veneno.

Dragon Ball Z: Attack of the Saiyans é mais um daqueles RPG's que não conta com muitas inovações, mas diverte pelo simples fato de não se preocupar em ser alguma coisa inédita. ?? um feijão com arroz que, se é que ainda existe alguém que não conheça a história desses heróis, deveria pegar para experimentar. E viciar.


Nenhum comentário

||
Média da crítica
Média dos usuários
Sua nota

Sobre o colaborador

avatar de Giordano Trabach

Tópicos relacionados

©2016 GameVicio