GameVicio Entretenimento: GameVicio | FlashVicio | Hhide.ME | ClubVicio | Fórum | Flow | MovieVicio

Review de Call of Duty 4: Modern Warfare: Reflex para Wii de GameTV

por Giordano Trabach, fonte GameTV, data  editar remover




Call of Duty 4: Modern Warfare tem uma cena na qual um soldado do exército americano vivencia a explosão de uma bomba nuclear. Ele está fugindo com seus companheiros num helicóptero e de repente, bum, tudo vai pelos ares. Antes de morrer você ainda pode controlar o pobre coitado, se arrastando pelo chão empoeirado do Oriente Médio enquanto encara o cogumelo atômico ao fundo. Se essa sensação de horror não for a mesma de quem tenta jogar o remake desse jogo para o Wii, pelo menos perto deve chegar.

A pérola da Infinity Ward que libertou os jogadores dos grilhões da Segunda Guerra chega com um atraso de alguns anos ao Wii ??? tempo suficiente para que a sua sequência, World at War, fosse lançada antes. Mas tudo bem: o jogo é excelente nas plataformas originais e essa seria uma grande chance de levar a experiência a quem só dispõe da pequena máquina branca de fazer Marios. Em tese, ao menos. Depois de tentar encarnar Soap MacTavish mais uma vez, o jogo mais parece um castigo para quem não conseguiu dar seus tiros modernos lá em 2007.

O problema mais aparente são os gráficos. Modern Warfare: Reflex é, numa descrição curta e simples, horrível. Já não bastando todos os vídeos (inclusive a introdução com o logo da pobre produtora, que nada teve a ver com a versão) estarem em baixíssima resolução, as fases parecem ter saído direto do começo da geração passada. A água é um grande lençol balançado por contrarregras imaginários, as paredes são todas de papelão e a iluminação se reduziu a um efeitinho sem vergonha aqui ou ali. Até as legendas aparecem borradas se você estiver jogando em uma TV um pouco melhor.

Mas se todo o problema de Call of Duty do Wii fossem os gráficos essa guerra já estaria ganha ??? uma vez que os seus títulos nunca foram muito dados ao primor visual, salvo um Mario ou outro. Não. A questão aqui é bem pior: como se ganha uma batalha na qual não se consegue mirar e atirar?

O Wii tem jogos de tiro em primeira pessoa no mínimo bons. Metroid Prime 3 é o melhor exemplo, com tudo o que um game do gênero deveria fazer na plataforma. Conduit é outro, ainda que não tão competente. Por que, então, o truque não funciona em Modern Warfare? Porque ele é um game de posicionamento estratégico e tiros certeiros, não de encarar cinco inimigos ao mesmo tempo e se safar com uma circuladinha. Precisão é tudo que o jogo precisa, e é tudo que a combinação de Wii Remote com nunchuck (ou Wii Zapper) não oferece. Headshots? Pfff.

Não importa o quanto se regule a sensividade do cursor: você quase sempre acabará mirando onde não deve, principalmente em cenários escuros. Bancar o atirador de elite, então, é pedir para entrar em desespero: as tremidas ???automáticas??? que se tinha ao olhar pela lente telescópica agora estão muito piores porque o que balança é a sua mão. E até vir a concentração para acertar o inimigo em cheio ele já fugiu. Ou a paciência acabou e o console foi sumariamente desligado.

Reflex ainda tem a mesma estrutura de guerra online do original e, num momento de sensatez da Treyarch, abandona ainda que parcialmente o tenebroso sistema de Friend Codes. ?? possível adicionar diretamente alguém que esteja no mesmo lobby na sua lista de amigos, mas ainda há a opção de engordar a lista manualmente com os 12 números. Para quem prefere algo mais íntimo ainda há um modo de campanha cooperativo inédito, esse com suporte a dois soldados simultâneos.

Mas de que vale isso se o jogo não deixa que se abata um único terrorista russo decentemente? Depois de passar algum tempo lutando nas trincheiras desse Call of Duty, não dá para não pensar em duas coisas. A primeira, que talvez o jogo seja feito por uma equipe comunista. A segunda, que trabalhos malfeitos podem destruir mais que uma explosão nuclear à queima-roupa.


Nenhum comentário

comments powered by Disqus
Média da crítica
Média dos usuários
Sua nota

Sobre o colaborador

avatar de Giordano Trabach

Reviews da crítica

©2016 GameVicio