GameVicio Entretenimento: GameVicio | FlashVicio | Hhide.ME | ClubVicio | Fórum | Flow | MovieVicio

Review de Ratchet & Clank: Going Commando para PS2 de GameVicio

por P.Raphael, data  editar remover


História


Algum tempo depois do fim dos acontecimentos do 1º titulo, Ratchet e Clank eram os maiores astros da Galáxia, quando em um belo dia, o dono da Megacorp (uma mega empresa de outra galáxia) pede os serviços de Ratchet para recuperar um experimento que foi roubado, Clank resolve ficar em casa desta vez e Ratchet vai cumprir a missão, sendo treinado nas antigas áreas de combate (como origami) para poder cumprir a missão. Daí em diante se tem um enredo de qualidade cheio de reviravoltas, piadas e outras coisas características da série.

Jogabilidade


Plataforma: pule; escale; monte quebra cabeças; de umas pancadas e principalmente atire!
Em quase 100% do jogo Ratchet é controlável e algumas raras e interessantes ocasiões o simpático Clank também tem das suas. Ratchet tem um conjunto enorme de armas, com um sniper rifle de pulso, "shurikens" e muitas outras, cada uma com uma evolução, onde ficam mais devastadoras e trocam de nome. Além de serem chamadas de Golden Guns.
Além dos brinquedinhos Ratchet tem os chamados Gadets, eles podem servir para diversas coisas como, acessar circuitos danificados, grudar em ganchos e mover objetos eletromagnetizados.
Se você procura pancadaria, está no lugar errado. Ratchet exerce alguns golpes com sua poderosa chave inglesa, só que nada que tenha upgrades ou combos.
Além das fases comuns, o jogo agora conta com minigames de corrida e de nave, como nos velhos tempos.
Existe evolução de nível e não há contagem de hits.

Mais Upgrades

Além das armas, temos Clank e o uniforme de Ratchet que podem receber upgrades.
Clank, que serve como helicóptero, pode receber upgrades para virar um jato e Ratchet tem equipamentos extras como capacetes e sapatos.
E álias, a nave de Ratchet também possui upgrades, como novos tipos de asas e armas.

IA e Evolução


O jogo tem um modo de evolução bem interessante, a cada nível de experiência ganho por Ratchet, ele ganha uma nova barra de energia e os inimigos também tem seu nível aumentado. Com esse sistema nunca se estará superior aos inimigos, ambos sempre estaráo no mesmo nível, fazendo assim com que o jogo não fique entediante (já que o mesmo não tem chefes).
A IA do jogo varia de acordo com os inimigos, alguns como uma espécie de cachorro robô, ficam apenas numa área patrulhando, outros como alguns guardas, chegam a se esconder para não serem atingidos, mas nada muito empolgante, o que não faz com que o jogo não fique chato é resistência dos inimigos, que como já dito aumenta junto com a sua.

Tipos de Inimigos


O jogo quase não tem repetições, sempre vai existir um inimigo novo até a ultima fase, e mesmo quando repetidos, eles tem alguma variação como armaduras ou cores diferentes.
Mas não espere que eles estejam sempre prontos para o combate, alguma vezes e possível vê-los jogando Jô-ken-po ou mesmo contando piadas.

Gráficos


Magníficos, eles não apresentam nenhum erro aparente ou queda de quadros, são bem variados e coloridos, e deixam os personagens com muita expressão.
Os cenários são variados e cheios de vida, são quase mini Sand Box, com diversas saídas e nem um pouco de linearidade. Não apresentam paredes invisíveis. Sempre haverá um buraco ou uma montanha para que você perceba que o mapa acabou.
Os efeitos de sombra e luz são perfeitamente retratados, as texturas apresentam uma qualidade decente (nada muito extraordinário), mas mesmo assim cumprem seu papel.
Apesar da beleza dos gráficos o jogo apresenta um load por fase sendo que o mais demorado dura cerca de 0,7s.
Como nem tudo é perfeito, vamos a parte ruim dos gráficos. Os efeitos de água e lava não são muito convincentes e quando Ratchet morre, por exemplo, caindo na água, ele simplesmente atravessa ela, a mesma coisa acontece na lava.
A história é contada com cenas pré produzidas (aquelas que usam a engine do game).

Armas e Gadgets


Como já foi dito em alguns tópicos acima, os Gadgets servem para, mover objetos eletromagnetizados, congelar água e outras ações. Eles não são muito interessantes comparados as armas. Elas tem um design que remete aos filmes de ficção cientifica mais antigos.
Cada uma delas tem uma particularidade. A básica é um lançador de plasma (que tem uma evolução como dito). Ainda existem as armas mais bizarras, como as que transformam os inimigos em ovelhas.
Elas podem ser encontradas nas fases ou ainda compradas em vendedores em troca de bolts (a moeda do jogo).
Ainda, se você tiver um save do 1º Ratchet & Clank, pode usar 5 novas armas especiais.

Som


Músicas interessantes, e os dubladores caíram como uma luva nos personagens (principalmente o narrador de Behind a Hero). Fazem um ótimo trabalho, terminando o trabalho dos gráficos, fazendo dos persongens carismáticos e expressivos.
Uma coisa que é um pouco estranha é que o volume do jogo é baixo, mesmo mexendo nas opções.
O som das naves é uma referência clara ao som das naves em Star Wars, sendo quase idêntico (o som é um pouco mais grave), só que do mesmo jeito lembra e bastante Star Wars.

Prós e Contras


Prós

> Armas Criativas
> Gráficos sem erros aparentes
> Senso de Humor
> Personagens Carismáticos

Contras

> Uma animação de água e lava Fraca
> Som um pouco baixo

Conclusão


Ratchet & Clank: Going Commando, se apresenta como uma produção digna, sem erros graves, bugs ou qualquer outra chateação, se destaca dos demais não por ter algo de novo ou surpreendente, mas sim por cumprir o que promete, e ser um jogo de plataforma viciante, carismático e simples.


Nenhum comentário

comments powered by Disqus
GameVicio
8.5/ 10
Média da crítica
Média dos usuários
Sua nota

Sobre o colaborador

avatar de P.Raphael
©2016 GameVicio