GameVicio Entretenimento: GameVicio | FlashVicio | Hhide.ME | ClubVicio | Fórum | Flow | MovieVicio

Review de Delta Force 2 para PC de Outer Space

por Giordano Trabach, fonte Outer Space, data  editar remover


Data da Análise: 27/12/1999

Delta Force 2 é mais um simulador de
combates da Novalogic, empresa européia especializada na arte da guerra, responsável
pelas séries Comanche, Armored Fist e por diversos simuladores de vôo militares. Delta
Force 2 se encaixa em um novo gênero de jogos que está tendo muito popularidade
ultimamente: os "Simuladores de Combate Táticos", popularizados por títulos
como Rainbow Six e Spec Ops, protagonizados por tropas de elite ou soldados do exército.

Eu já vi isso antes, há sete anos


A primeira coisa que disse quando vi as fotos de Delta Force 2 na Internet e na própria caixa do jogo foi: "Meu Deus, esse
jogo parece ser bem feito pacas". Esta impressão otimista foi logo desfeita quando
instalei-o em meu computador. Porquê? Vamos voltar no tempo para tentar explicar o que
há por trás do sistema gráfico do jogo.

Delta Force 2 utiliza-se de uma tecnologia desenvolvida há quase sete anos pela Novalogic: o Voxel. Em uma época onde não havia nem sombra da existência de um placa 3D, o Voxel (um pixel em 3D) era o que existia de
mais avançado no mundo dos jogos para PC, capaz de criar ambientes tridimensionais de babar.

Lembro de minha reação ao jogar pela primeira vez Comanche, o simulador de helicópteros da Novalogic, em um poderoso 486 DX-33. Os visuais daquele jogo, com montanhas realistas, veículos por todo o cenários e efeitos de iluminação dia/noite, eram deslumbrantes, capazes de arrancar elogios até mesmo de minha mãe. E o mais impressionante é que o jogo rodava com fluidez gráfica bastante razoável pelo nível de detalhes apresentado na tela. Era uma época de ouro para a Novalogic.

O tempo passou, houve a mudança gradativa de quase todos os estilos de jogos do 2D para o 3D, polígono começou a ser a palavra da moda e placa aceleradora podia ser comprada até no camelô do centro. Enquanto o mundo
evoluía para o modelo poligonal, a Novalogic continuou apostando em sua tecnologia e passou todo esse tempo incrementando-a. O resultado é o que está na tela de Delta Force 2, a patética "engine" VoxelSpace 32, que infelizmente, produz visuais bastante pobres para o ano de 1999, e consequentemente, bem abaixo do que é oferecido pela concorrência.

Pelas fotos da tela, estampadas na caixa do jogo, dá até para enganar, já que o ambiente parece grandioso e os objetos do cenário perfeitos. Mas de perto, arrrggggghhhhhhh. Nunca vi algo tão ruim assim desde a série Extreme Bullshit. Tudo fica quadrado e lento pacas, mesmo em um potente computador de 500 MHZ com placa 3D. Aliás, outro grande problema de Delta Force 2 é que ele não
suporta placas Voodoo, porque elas não funcionam com texturas de 32 bits de cor. O jeito é ter uma Viper, que mesmo assim, não ajuda muito...

Gráficos não são tudo!


A Novalogic teve lá seus motivos para usar o Voxel em Delta Force 2. A "engine" permite construir ambientes bastante abertos, com montanhas e distância do horizonte bastante longínqua, bases militares complexas e uma infinidade de objetos no cenário. E é exatamente por esses motivos que o lançamento
da Novalogic se difere dos concorrentes. Em Delta Force 2, você é transportado para o front de guerra na sua mais pura essência, e tem liberdade de andar por onde quiser no grandioso cenário (com visão em primeira ou terceira pessoa), visualizar os inimigos delonge e acertá-los com seu rifle equipado com mira telescópica e até mesmo se esconder na grama para evitar o fogo alheio.

Resumindo: apesar dos gráficos nem um pouco convincentes, Delta Force 2 tem um "feeling" raro de se encontrar em jogos do gênero. ?? realmente muito divertido andar abaixado pela grama, se posicionar no topo de uma colina e acertar o coitado do soldado lá em baixo na base inimiga. Ou senão chegar
metralhando tudo o que vê pela frente com sua poderosa M203 equipada com lança
foguetes.

As aparências realmente enganam


Gráficos a parte, os programadores da Novalogic capricharam mesmo foi no design elegante das missões. Devido ao grandioso cenário, os caras puderam criar coisas bem legais como andar mais de três quilômetros pelo cenário (e isso é muita coisa, acredite) até seu primeiro objetivo. ?? claro que no caminho, você encontrará mercenários armados ou uma vila de pessoas inocentes, tal
qual na vida real.

São mais de 45 missões no modo "single player", em mapas gigantescos, em que você se deparará com todo tipo de situação. Pegue carona em navios, infiltre-se em aeroportos e bases nucleares, saiba o gosto do dinheiro ao andar por uma refinaria de petróleo ou seja almaldiçoado pela radiação de uma mina de urânio. A variedade de cenários e objetivos é gg (joinha joinha) mesmo.

?? sua disposição, estão as máquinas de matar mais requintadas criadas pelo homem. Você poderá escolher dentre pistolas com silenciador, metralhadoras, lança foguetes, metralhadoras sub-aquáticas, minas, granadas, camuflagens especiais e o meu predileto: o rifle de longo alcance, com mira telescópica. Para dar maior realidade ao combate, você só poderá carregar uma arma pesada de cada vez, ou seja, nada de levar três metralhadoras diferentes ou atirar com as duas mãos. Isso é um jogo de simulação, não um arcade como Quake III ou Duke
Nukem.

Ah, e eu já ia me esquecendo de falar do som de Delta Force 2. Nunca vi tamanho esmero nos sons das armas. Que delícia ouvir o pipocar de uma bala saindo de sua arma para alojar-se no crânio de um soldado inimigo. Os efeitos de eco são perfeitos, e adicionam muito ao clima do jogo.

A festa do jogo online


A parte mais legal de Delta Force 2, é sem dúvidas, o modo multiplayer. Através dele, você poderá jogar com seus amigos via rede ou pela Internet, e acredite, não irá se arrepender. Há diversos modos, incluindo a matança indiscriminada, individual ou por times, o cooperativo, onde você tem que atingir objetivos com seus parceiros, e o rouba bandeira, também bastante divertido. Além de tudo, você poderá xingar os jogadores online graças a tecnologia Voice Over The Net, desenvolvida pela Novalogic.

O Veredicto:
"Nunca julgue ninguém pela aparência", já dizia vovó quando eu tinha 8 anos de idade. Resolvi levar isso a sério, abstrair os defeitos gráficos e inúmeros bugs presentes no jogo, e considerar Delta Force 2 como um das boas opções para os apreciadores de jogos de guerra este ano. O realismo das missões, o ambiente totalmente aberto, o som das armas (como música para meus ouvidos) e o excelente modo de jogo pela Internet fazem com que este lançamento mereça uma nota acima da média. Se fosse lançado em 1997, ele ganharia um nove, com louvor.

Prós:
+ Missões cativantes e variadas;
+ Jogo multiplayer muito divertido;
+ Cenários grandiosos e totalmente abertos;
+ Rifle "Sniper" é o que há;
+ Os fãs do Delta Force original vão adorar;
+ Mais uma prova de que os ensinamentos de minha vó estavam certos;

Contras:
- Pô, estamos em 1999, e parece que a Novalogic se esqueceu disso;
- Você precisa de um computador monstro para ver estes gráficos ridículos;
- Falta de suporte as placas 3Dfx;
- Inúmeros bugs;
- Você fica revoltado porque Delta Force 2 tinha tudo para ser um jogo bem melhor do que ele realmente é.


Nenhum comentário

||
Outer Space
7/ 10
Média da crítica
Média dos usuários
Sua nota

Sobre o colaborador

avatar de Giordano Trabach
©2016 GameVicio