GameVicio Entretenimento: GameVicio | FlashVicio | Hhide.ME | ClubVicio | Fórum | Flow | MovieVicio

Review de Shogun: Total War para PC de Outer Space

por Giordano Trabach, fonte Outer Space, data  editar remover


Samurais. Estes nobres guerreiros que empunhando místicas espadas são conhecidos por zelar a sua honra com sangue. Já os Ninjas são guerreiros treinados desde o nascimento para fins específicos: espionar e matar. São conhecidos pela habilidade de se camuflarem entre as sombras e por serem impiedosos.

Quem nunca viu um filme que tivesse estes personagens num eterno duelo entre o bem e o mal? Agora o tema não é alvo somente de Hollywood, mas também da indústria dos jogos através do lançamento de Shogun - Total War.
Shogun é um jogo que mistura estratégia em tempo real com estratégia em turnos, tendo como pando de fundo a história feudal do Japão, de onde todos estes personagens do cinema foram tirados.

Seu objetivo é conquistar todas as províncias do Japão para poder se tornar o Shogun. Tarefa difícil já que o Japão é dividido em vários clãs, também chamados de Daimyos, com ideais e líderes distintos, que não estão a fim de se submeterem a um chefe de um clã qualquer.

Jogo também é cultura


Basicamente, Shogun é bem parecido com o jogo Coração Valente, da Eidos, só que bem mais sofisticado, divertido e estratégico. Nele, você tem a disposição três excelentes tipos de jogo além do modo multiplayer: o modo de campanha, o modo de batalha personalizada (você contra quantos computadores aguentar) e o modo de batalhas históricas.

O modo multiplayer é bom, mas podia ser bem melhor. Infelizmente, pela internet o jogo aceita o máximo de quatro usuários; já pela rede aceita até oito. Portanto se você tem muitos amigos (no caso, mais de quatro), e não conhece um lugar onde possa jogar por rede com todos eles, escolha os amigos que você mais gosta e jogue com eles pela internet através da EA Play (sistema multiplayer da Eletronic Arts) disputando quem vai se destacar mais no "Roll of Honor", o ranking de Shogun.

No modo de batalhas históricas, você toma o lugar de um dos quatro Daimyos mais importantes da história do Japão comandando os exércitos de Oda Nobunaga, Takeda Shingen, Tokugawa Ieyashu, Toyotomi Hideyoshi ou de Deykuna Karanumuru (Com a cara no muro? Isso dói). Não se assuste com os nomes, pois são estes mesmos os clãs que existiram durante os trinta anos de história no Japão. Tudo isto e mais um pouco para mostrar a você que jogo também é cultura.

Mas que belo Koku!


Ao iniciar o modo de campanha ou o de batalha personalizada, você tem à disposição sete clãs para escolher, sendo que cada um tem a sua própria característica, seja de bônus de produção de unidades específicas ou de construção de castelos. Além destes sete, existe ainda o clã dos rebeldes, que você não controla.

Após escolher o clã desejado, você poderá perceber que a estratégia de Shogun é dividida em dois modos: em turnos e em tempo real (ambos são muito divertidos). No primeiro, você visualiza todo o mapa do Japão demonstrando os territórios tomados pelo seu clã e pelos clãs inimigos num sistema gráfico simples e em duas dimensões. Também é nele que você desenvolve a receita monetária representada pela moeda padrão denominada "Koku" (ração anual de arroz por homem).

O mais interessante neste modo é que cada clã tem várias províncias e cada província produz uma renda diferente. Esta renda varia de acordo com a presença de minas na região e com o tamanho e fertilidade da área destinada para a plantação de arroz. Portanto, a característica de cada território influencia na receita total de Koku e consequentemente faz com que os territórios mais ricos sejam alvo da cobiça de todos os clãs.

O Koku neste modo o permite também produzir soldados, desenvolver novas construções, ordenar a ocupação de territórios, movimentar as tropas, consultar, etc. Pode-se dizer que este modo de controle é o que você mais utiliza em Shogun.

A outra parte jogável de Shogun apresenta batalhas que variam de invadir as terras de um clã rival a defender o seu próprio território. Neste modo é que você pode ver todo o potencial gráfico de Shogun. Nele você tem a opção de comandar suas tropas em um gráfico todo em três dimensões.

Estratégia na sua mais pura forma


Mas não é só o sistema gráfico que torna a batalha um atrativo. Nela você pode utilizar o terreno para lhe ajudar taticamente durante o combate. Por exemplo: se o inimigo tem muitos arqueiros, você pode abrigar o seu exército nas florestas para poder protegê-lo de flechadas, mas isto retarda o movimento da cavalaria (se tiver) deixando-a a mercê da infantaria inimiga.

As montanhas também ajudam e atrapalham bastante durante as batalhas. As tropas que estiverem no alto dos morros terão vários bônus de visualização e combate. Logo, se arqueiros estiverem nos morros, eles atirarão sua flechas mais longe e com uma precisão maior, agora se unidades de combate corpo a corpo estiverem descendo a montanha para atacar o inimigo, estas ganharão bônus de combate e os inimigos que estiverem subindo ficarão exaustos rapidamente.

Não é só o terreno que influencia o seu esquema tático, as condições climáticas determinadas pelas estações também são um fator crucial para o sucesso do combate. No inverno, por exemplo, as suas tropas não terão o melhor desempenho ao atacar o adversário devido ao frio constante.

A luz do dia também influencia no combate, já que toda luta termina ao anoitecer. Então, se você comandar as suas tropas para que ataquem pela manhã, elas terão bastante tempo para "pulverizar" o inimigo.

Além das condições de terreno, a formação das tropas tem grande poder estratégico durante o combate. Uma formação em cunha é ideal para dissolver uma linha inimiga, enquanto uma formação retangular bem justa (um soldado "colado" ao outro) é excelente para defender e aumentar a moral de todo o grupo.

Maldito Ninja!


As unidades em Shogun têm habilidades distintas. Você pode construir centros de treinamento para melhorar a moral, o ataque e a defesa de suas unidades, mas elas continuaram tendo suas fraquezas em relação a unidades inimigas específicas.

Determinadas construções aumentam a moral de seus generais e outras simples unidades produzidas nesta mesma província, mas nada que um ninja bem treinado não possa resolver. Esta "criatura" é uma arma perigosíssima, tanto nas mãos do inimigo quanto nas suas. Se uma tropa estiver protegendo uma província, a morte do general responsável por ela seria uma grande perda. E é nisso que os ninjas são especialistas: assassinato.

Isto é mais um fator determinante para o sucesso num combate. Se suas tropas não são fortes o suficiente frente o inimigo, você pode enviar um ninja para assassinar o general responsável abaixando a moral da tropa e facilitando o combate. Eles também podem assassinar outras unidades inimigas desde um emissário (diplomata samurai) a um Daimyo (líder de um clã). Se o Daimyo assassinado não tiver herdeiros, o clã se extingue. Só que para matar o "chefão", o ninja tem que ser muito bom de serviço, ou seja, tem que ter um currículo invejável.

O Veredicto:
Shogun é um jogo que sabe mesclar muito bem estratégia em tempo real com o jogo em turnos. Além, é claro, de fazer bom uso do sistema gráfico, dos recursos do campo de batalha (florestas, montanhas, etc) e do clima (nublado, chuvoso, etc) evidenciando o que o gênero oferece de melhor: a estratégia. Este reina!

Prós:
+ Bons gráficos;
+ Batalhas bem estratégicas;
+ Vários clãs, unidades e construções;
+ Modo de batalhas históricas bem interessante.

Contras:
- Pode cansar com o tempo.


Nenhum comentário

comments powered by Disqus
Outer Space
8/ 10
Média da crítica
Média dos usuários
Sua nota

Sobre o colaborador

avatar de Giordano Trabach

Tópicos relacionados

©2016 GameVicio