GameVicio Entretenimento: GameVicio | FlashVicio | Hhide.ME | ClubVicio | Fórum | Flow | MovieVicio

Review de Max Payne para X-Box de Outer Space

por Giordano Trabach, fonte Outer Space, data  editar remover


Max Payne, o melhor jogo de tiro para PC de 2001, foi convertido em tempo recorde para o Xbox. ?? interessante observar como uma criação genuinamente PCzista se saiu no mundo dos consoles, onde a concorrência e os custos de produção de cada título são infinitamente superiores.

Esta análise foca as peculiaridades desta versão de Max Payne para o Xbox. Ela é exatamente uma cópia carbono do jogo lançado para PC, cuja análise completa de Outer Space você pode encontrar neste link.

Eu não me lembro de ter jogado algo assim no PC
Pelo fato do console da Microsoft ter uma arquitetura quase idêntica à de um computador pessoal, a conversão de Max Payne não poderia ter ficado melhor. Quem já jogou-o no PC sabe do que estou falando. Para conseguir a qualidade gráfica vista neste jogo para Xbox, é necessário ter um equipamento topo de linha, com GeForce 3, processador acima de 1 GHz e 256 MB de memória.

Max Payne nunca foi tão bonito. Quem estava acostumado a apreciá-lo com um PC de 500 Mhz, 64 MB de memória e uma GeForce 2 ou Voodoo 3 vai ter uma agradável surpresa. O "engine" do jogo mostra-se poderoso, e muitas das características que deviam ter sido apreciadas pelos jogadores de computador (e que não foram pela qualidade do equipamento disponível para a grande massa) finalmente fazem jus aos seus quatro anos em desenvolvimento.

O som também merece destaque. Esqueça daqueles arquivos .Wav cheio de ruídos lidos do HD; no Xbox eles estão cristalinos e mostram o cuidado dos programadores com a atmosfera do jogo. Max Payne está impecável neste quesito, com ótimos sons de armas e explosões, uma bela musiquinha de suspense no fundo, e dublagens de alta qualidade. O "barulho em câmera lenta" do recurso "Bullet Time" também está divino, como nas melhores cenas do filme Matrix.

Por incrível que pareça, o controle na versão Xbox também está melhor. Na bolota analógica esquerda, você controla os movimentos de Payne, na direita, a mira. No gatilho esquerdo, você ativa o "Bullet Time", no direito, manda chumbo nos bandidos, e no direcional digital escolhe a arma que quer utilizar. Para completar, nos 4 botões coloridos você pula, utiliza os kits de primeiros socorros para recuperar a energia, abre portas e/ou ativa objetos no cenário e recarrega a arma; tudo é muito instintivo para o jogador. Os 2 botões preto e branco de difícil acesso podem ser utilizados para saltar e ativar o & 39;bullet time" na configuração "default", mas é melhor esquecer deles pois atrapalham mais do que ajudam, graças à ergonomia equivocada do controle.

A única coisa que definitivamente não agrada é a interface, exatamente a mesma do PC, muito simples. A conversão é tão "fiel" que, inclusive, você tem que aturar lentos tempos de leitura de uma fase para a outra, e até um "pau" nos sons. ?? neste momento que você lembra que o Xbox é um PC de verdade, com todos os seus inconvenientes...

Excelente no PC, e apenas muito bom em consoles


Existe um abismo de alguns milhões de dólares que separa as melhores produções de PCs e as de consoles. Enquanto jogos de computador consomem poucos recursos, na faixa de US$ 100 mil a US$ 2 milhões, os mais famosos títulos de consoles chegam a custar de US$ 5 milhões a US$ 30 milhões. Obviamente, isto se reflete na qualidade geral dos produtos.

Por conta deste orçamento extra, não dá para comparar Max Payne, por mais criativo que os programadores e designers sejam, com um jogo do porte de Metal Gear Solid 2, que teoricamente seria um concorrente do gênero ação. MGS2 é muito mais bonito graficamente e artisticamente, soa melhor, é mais cinemático, bem produzido e com uma enorme interatividade e atenção aos detalhes.

O aspecto "quadradão" de Max Payne passa batido em um PC, mas em se tratando de consoles não há desculpa para as falhas gráficas, algumas aberrantes, como um carro que parece um caixote quadrado.

A 3D Realms e a Rockstar decidiram gastar uma mixaria na conversão de Max Payne para o Xbox, trazendo exatamente o mesmo jogo lançado no início do ano passado para PC. Não há nenhum extra, mas em compensação, você o roda com todos os detalhes ligados, exatamente como ele foi planejado durante os seus quase quatro anos de execução.

?? principalmente por esta analogia com os consoles, que Max Payne recebe uma nota abaixo da que foi dada para a versão PC.

O Veredicto:
Max Payne é, como a maioria dos outros jogos do Xbox, uma conversão para console de um original do PC. Naturalmente, não causa tanto impacto quanto algo realmente novo. Mas, ironicamente, é o melhor jogo do Xbox até agora, e uma compra obrigatória para quem ainda não curtiu a versão para PC.

Prós:
+ Roda suave como em um PC de R$ 4.000;
+ A dublagem em inglês é bem melhor do que a em português (versão brasileira para PC, distribuída pela Greenleaf);
+ O tempo de bala é uma adição inédita em jogos do gênero;
+ Canastrões;
+ Belas armas, reais;
+ Violento, e com linguajar pesado;
+ Clima bacana e ótimos efeitos especiais;
+ Desenrolar da história é bem bolado e interessante.

Contras:
- Em consoles, os gráficos não impressionam;
- Mata-mata;
- Modelamento dos personagens fica devendo;
- Loading times do capeta;
- ?? o mesmo jogo lançado no PC, sem nenhum extra;
- Não se pode explodir a cabeça dos mafiosos.


Nenhum comentário

comments powered by Disqus
Outer Space
8/ 10
Média da crítica
Média dos usuários
Sua nota

Sobre o colaborador

avatar de Giordano Trabach
©2016 GameVicio