GameVicio Entretenimento: GameVicio | FlashVicio | Hhide.ME | ClubVicio | Fórum | Flow | MovieVicio

Review de FIFA Soccer 2003 para PC de Outer Space

por Giordano Trabach, fonte Outer Space, data  editar remover


Basta olhar para a capa de FIFA 2003, com Davids fazendo cara de gostosão ao lado de Giggs e Roberto Carlos para perceber que a edição deste ano está especial. Depois de levar um chocolate de Winning Eleven/Pro Evolution Soccer na versão para Playstation 2, a EA Sports resolveu se mover e implementou uma série de mudanças no jogo, corrigindo ou, pelo menos, abrandando todos os problemas mais urgentes e adicionando alguns elementos que aproximam FIFA de um verdadeiro simulador de futebol.

O objetivo da EA Sports é diminuir o abismo que separa FIFA da sofisticação de Winning Eleven, sem desapontar o principal público da série, que é jogador casual ou aquele que tem ???medo??? da complexidade do simulador winningeleveniano. Embora ainda longe do ideal, é inegável que as mudanças deste ano renderam um FIFA melhor.

Um FIFA mais realista


A principal iniciativa para o progresso de FIFA 2003 está na implementação de uma inteligência artificial (IA) mais detalhada e realista. Jogadas absurdas, um adversário passivo na marcação, gols de bicicleta a cada minuto e aquele botão mágico de drible que transforma qualquer jogador num gênio do futebol numa fração de segundos... todas essas incoerências praticamente sumiram. Agora é necessário jogar um mínimo de futebol para marcar gols, tocar a bola bem (os jogadores do computador interceptam o passe com muita facilidade agora, o que pode ser irritante para alguns), e trabalhar a jogada. A resposta para o controle foi alterada, e é mais rápida.

Os gols saem em menor freqüência, bem menor, diga-se de passagem, mas isso não traduz necessariamente em realismo, uma vez que o jogo simplesmente restringe a possibilidade de gols a certas posições viciadas (90% das vezes, de chutes da grande área). Falta um bocado de liberdade e balanceamento a FIFA e, pelo histórico da série, isso não deve mudar, já que a produção nunca se atém a trabalhar minúcias de jogabilidade. Aliás, a própria natureza do ???engine??? de FIFA, altamente baseado em ???scripts??? e movimentos pré-definidos é um impedimento à criação de um jogo de boa fluidez e naturalidade.

Os movimentos de passe e condução da bola também foram alterados, procurando dar mais realismo e ritmo às partidas. Os toques são mais rápidos, e a bola parece mais pesada desta vez. A pelota escapa dos pés do jogador, o que é bem mais convincente que nas edições anteriores quando ela parecia magnetizada no pé.

Muitas animações novas impressionam pelo realismo. As das faltas, principalmente, são perfeitas e bem mais ricas que em qualquer outro jogo de futebol (WE incluído). Mas algumas animações pouco convincentes dos jogos anteriores, notadamente nos chutes a gol, se mantém, infelizmente.

No geral, há um progresso significativo na jogabilidade e IA de FIFA como não se via há muito, muito tempo. Deve agradar à maioria dos fãs, e até àqueles que mantinham distância da série recentemente.

O derby Japão x Canadá


Várias das mudanças de FIFA 2003 foram motivadas pela concorrência que a série tem sofrido no Playstation 2, com a popularidade crescente de Winning Eleve/Pro Evolution Soccer da Konami. O objetivo, como foi dito anteriormente, é deixar o jogo mais realista e manter a credibilidade da série diante do público fanático por futebol.

FIFA jamais será como Winning Eleven. A comparação nem merecia ser feita, mas como a preocupação da EA Sports no momento é essa, fica inevitável traçar um breve paralelo.

WE e FIFA são conceitos diferentes, e é impossível equipará-los por motivações mercadológicas, quando a base técnica impõe enormes limitações. A Konami solucionou o problema de uma maneira estranha: criou dois ???engines???, para duas séries, cada uma feita num estúdio diferente: a equipe perfeccionista faz Winning Eleven, que é o futebol complexo, sem muita firula gráfica, mas extremamente profundo; e o time habituado aos jogos ???arcade??? faz Perfect Striker/ISS para o jogador casual, que só quer se divertir rapidamente. A estratégia em longo prazo pode ser considerada um fracasso, uma vez que a popularidade de WE fez a outra série se tornar totalmente irrelevante até para o jogador casual, com uma série (WE) vendendo mais de 1 milhão de cópias enquanto a outra não passa geralmente das 50 mil. Recentemente, a Konami decidiu produzir uma versão simplificada de WE para os fliperamas, e ela já estourou no Japão, mostrando que, às vezes, os desejos do jogador casual podem estar sendo muito mal interpretados...

FIFA leva algumas vantagens, principalmente nas licenças oficiais que são bem exploradas. Em FIFA 2003 você tem 10 mil atletas de 350 times licenciados de todo o mundo (inclusive com 15 clubes brasileiros), todos com seus uniformes impecavelmente modelados, e praticamente todos os jogadores com nomes reais. Outra característica interessante é que se trata de um jogo aberto, que permite uma série de atualizações feitas pela própria comunidade de jogadores (o site http://brasil.soccergaming.com é uma boa para download de uniformes atualizados dos times nacionais). Inclusive EA Sports estará disponibilizando em breve uma ferramenta de edição - Creation Center - que permite facilitar ainda mais este aspecto. E o mais importante: é o único bom jogo de futebol para o PC.

Os campeonatos em FIFA 2003 são personalizáveis. Você pode escolher quantas fases terá no torneio, quais times participarão e com quantos deles você vai jogar.

De qualquer forma, a EA tem uma franquia muito poderosa nas mãos, e o que até pouco tempo atrás era, indiscutivelmente, o jogo de futebol mais popular do mundo. O objetivo naturalmente será mantê-la, procurando aprimorá-la a cada ano, como foi feito em FIFA 2003.

O charme poligonal de Roberto Carlos


Outra novidade implementada com maestria pelo time da EA Sports nesta edição é a modelagem foto-realista dos jogadores, muitos deles com seus rostos reais. O realismo na modelagem de figuras como as estrelas da capa, Roberto Carlos, Giggs e Davids é assustador, no bom sentido. Simplesmente perfeito!

Vários jogadores, além do trio da capa, estão idênticos aos seus respectivos seres vivos do mundo real, como é o caso de Ronaldo, Recoba e Rivaldo, pra citar só mais três. Outros, se não têm o rosto verdadeiro ou um maxilar que se mantém sempre no lugar, pelo menos se aproximam bastante de suas características reais na cor do cabelo, pele, etc.

O visual de FIFA 2003 é, no geral, uma boa evolução de seus predecessores, mas ainda apresenta excesso de ???clipping??? ??? aqueles cortes abruptos nas formas poligonais, revelando às vezes o cenário ou quadrado preto no meio do jogador.

A distribuição de habilidades também é correta nesta versão, embora os parâmetros tenham se tornado muito homogêneos, com diferenças sendo determinadas mais pela fama que pelos talentos reais. Qualquer atacante de um time grande, por exemplo, tem algo como 9 ou 10 de chute ou velocidade, enquanto os de times mais humildes estão sempre num nível inferior.

No mais, FIFA 2003 traz a música pop européia como trilha sonora de sempre, uma boa abertura com o trio da capa fazendo malabarismos, e a narração da dupla Milton Leite, da ESPN Brasil, e Antônio Moreno, que parece meio lobotomizado.

O Veredicto:
FIFA 2003 é uma evolução na série em todos os aspectos. Dos gráficos à inteligência artificial, tudo foi melhorado, criando um jogo de futebol mais realista e agradável de se ver. Experimente-o!

Prós:
+ Modelagem impecável de vários jogadores, com rostos reais;
+ Mexidas na jogabilidade deixaram o jogo mais realista;
+ Reprodução quase perfeita dos uniformes (só o nome e número das costas é diferente);
+ IA ainda não impressiona, mas melhorou;
+ Textos e narração em português.

Contras:
- Os comentários de Antônio Moreno são bem estranhos;
- Ainda está longe de ser um jogo capaz de agradar ao fã ???hardcore??? de futebol;
- Um bocado de ???clipping??? nos gráficos;
- A contagem de quadros por segundo durante a partida não agrada.


Nenhum comentário

comments powered by Disqus
Outer Space
8/ 10
Média da crítica
Média dos usuários
Sua nota

Sobre o colaborador

avatar de Giordano Trabach

Tópicos relacionados

©2016 GameVicio