GameVicio Entretenimento: GameVicio | FlashVicio | Hhide.ME | ClubVicio | Fórum | Flow | MovieVicio

Review de ICO para PS2 de Outer Space

por Giordano Trabach, fonte Outer Space, data  editar remover


ICO é o primeiro jogo de um novo time de desenvolvimento interno da Sony, e já é um dos melhores de todos os tempos. Trata-se de um joguinho bem básico de aventura, meio The Legend of Zelda, meio Prince of Persia, mas com um nível de excelência artística jamais visto em forma de videogame.

Joga-lo é uma experiência mais contemplativa e tranqüila que ficar trancado por décadas numa mesquita lendo os ensinamentos do Corão. Tudo em ICO, a começar pela história, é sutil. O jogo deve ter no máximo umas três músicas, três personagens e quase nenhum diálogo. Não há barra de energia, objetos oportunos espalhados pelo cenário, inventário ou qualquer outra coisa que se encaixe no padrão nipônico de videogame, a não ser por sua ousadia, inovação e competência.

História
Há sim uma história para dar certa consistência. Ico é um menino de 12 anos, com a aparência de um oriental e trajes de um indiozinho peruano, e que, inexplicavelmente, nasceu com um par de chifres. Por conta desta anomalia, ele é levado a um antigo castelo, onde será oferecido como sacrifício em troca do bem estar da vila.

Felizmente, nosso pequeno minotauro consegue escapar por milagre do sarcófago onde é preso no templo, e lá ele encontra Yorda, uma bela menina-espectro que será sua companhia por toda a aventura.

Jogabilidade
Ico é um bom menino. ?? corajoso, não faz xixi na cama, não chora, tem uma cara deveras simpática e é realmente muito prestativo. Sua agilidade lhe permite escalar paredes, saltar e se defender dos espíritos do castelo. A frágil Yorda fala em uma língua incompreensível, não consegue pular mais que um ou dois metros e só pode escalar muros baixos. Ela é altamente dependente de Ico, mas pode ajuda-lo abrindo certas portas mágicas. A jogabilidade então pode ser resumida a escapar do castelo levando Yorda sempre consigo.

Tudo se passa no gigantesco castelo, isolado numa belíssima ilha, repleto de "puzzles" inseridos em sua própria arquitetura misteriosa. O prazer do jogo consiste em explorar um ambiente soturno, mágico e belo, puxando uma caixa, uma alavanca, escalando uma parede, enfim, descobrindo como modificar o próprio ambiente para proporcionar a fuga de Ico e Yorda.

ICO é um jogo com 30% de ação e 70% de contemplação. Há uma parte de combate, bem simples, que se limita a enfrentar os únicos inimigos "reais" do castelo, espíritos em forma de sombra que tentam raptar Yorda. Mas você passa a maior parte do tempo viajando na linda paisagem e observando como fará para sair dali. Os puzzle são extremamente inteligentes, e o fato de ter que observar cada canto do castelo é altamente gratificante diante do visual sublime do jogo.

Visual e som
Não há palavras para descrever a beleza de ICO. ?? certo que nunca houve um jogo tão belo e imersivo como ele. Desde a arquitetura do castelo (você não vai crer no tamanho da construção!) à animação dos personagens, o visual é construído para parecer um sonho.

No castelo, a luz do sol incide sobre as paredes e atravessa as janelas, às vezes saturando todo o cenário com sua coloração amarelada. Em locais abertos, onde há muita luz, a saturação na parede, grama, nos tijolos é surreal. Você pode olhar para uma árvore por exemplo - diga-se de passagem, a melhor árvore 3D do mundo - e ver cada folhinha balançando com o vento, o sol se infiltrando e aquele som do vento entortando os galhos. Efeitos de água, partículas de água, e até um sutil arco-íris podem ser percebidos em algumas partes. Não falta nada.

Efeitos de física, como o vento levando a fumaça, e balançando as roupas e cabelos dos personagens, com diferentes intensidades, é outra coisa que impressiona. Sem falar da inteligência artificial de Yorda, simplesmente impecável (foram duas pessoas só para criar a AI dela).

A parte sonora é 90% constituída de barulhos da natureza, como gaivotas e passarinhos cantando, água correndo e muito vento. Cada ambiente do castelo produz um som diferente. Totalmente orgásmico. O site oficial do jogo tem quatro amostras em vídeo (pegue-as: 1, 2, 3 e 4), mas que não demonstram a metade do impacto visual desta obra-prima. Não tem como descrever mais sem soar ridículo.

Arredondando, não há o que reclamar de ICO, mas é bom que fique claro que nem todo mundo terá os "requisitos mínimos" para apreciá-lo. Como uma digna obra de arte, tudo depende da sua percepção e gosto. Não se trata de um jogo comum, portanto há quem vá sentir a falta de coisas como ação, itens, durabilidade, música pra toda parte e tal, e dizer que o jogo não tem "nada de mais", lamentavelmente. Na verdade esse é apenas mais um sinal que o qualifica como uma obra de gênio.

O Veredicto:
ICO é um dos melhores jogos de todos os tempos. Compre-o.

Prós:
  1. Tudo.


Contras:
  1. Nada, a não ser pela embalagem da versão americana, que é a mais feia de todos os tempos.



Nenhum comentário

comments powered by Disqus
Outer Space
10/ 10
Média da crítica
Média dos usuários
Sua nota

Sobre o colaborador

avatar de Giordano Trabach

Tópicos relacionados

©2016 GameVicio