GameVicio Entretenimento: GameVicio | FlashVicio | Hhide.ME | ClubVicio | Fórum | Flow | MovieVicio

Review de Harry Potter and the Order of the Phoenix para PS2 de Eurogamer

por ekans, fonte Eurogamer, data  editar remover


Mais uma vez a magia de Hogwarts foi adaptada para o mundo video-jogável, e apesar do filme ainda não ter saído, o jogo já está disponível no mercado.

Tal como no filme, na pele de Harry teremos de formar o Exército de Dumbledore. Isto por duas razões. A primeira é que a professora Umbridge, responsável pela disciplina Defesa Contra as Artes da Trevas, se recusa a ensinar, e a segunda é que, consciente do regresso de Voldemort, Potter tentará prepara-se para um possível confronto.

A área de jogo é surpreendentemente grande, pelo que o mais normal será perderem-se em toda a sua imensidão. Mas isto não será um grande problema. Ao carregarem no botão Select irá aparecer um mapa do jogo, igual ao que vem dentro da caixa do mesmo. Apesar deste ser bastante confuso um sistema de pegadas vai fazer com que nunca se percam durante o jogo, e ao mesmo tempo faz com que decorem os caminhos. Nesse mesmo menu, ao carregarem no botão direito do d-pad irá aparecer uma lista de objectivos que têm de cumprir. Ao fim de escolherem um pressionem o botão x. Desta forma irão aparecer pegadas no chão que vos indicam que caminho têm de seguir até chegar a ele. Mas também existe a mesma opção para escolherem o local ao qual desejam ir, só que na vez de carregarem no botão direito, carregam no esquerdo.

Por mais estranho que pareça serão poucas as vezes que Harry se deslocará a uma sala de aulas. Desta forma tudo o que têm de fazer é explorar o cenário e resolver os objectivos do jogo. Para vos ajudar têm a companhia de Rony e Hermione, que, por exemplo, quando é preciso mais poder para levantar algo pesado estão dispostos a colaborar. Neste ponto a IA das personagens está bem conseguida, pois não é preciso muito tempo para que façam algo. O mesmo já não se pode dizer quando decidem ficar parados no vosso caminho. Apesar de se afastarem ao fim de algum tempo existem algumas alturas em que se torna bastante irritante. E se adicionarem alguns alunos que se fazem passear pela escola é ainda pior.

Todo o ambiente envolvente encontra-se bastante bem conseguido. Tanto interiores como exteriores foram recriados ao pormenor havendo assim grande diversidade de cenários e texturas. Para ajudar a este nível ainda existem os alunos que não se limitam a andar pela escola sem propósito algum. Eles falam entre si, interagem com Harry, ou fazem actividades como jogar.

No decorrer do jogo vão aprendendo magias que poderão aplicar a alguns objectos do cenário. Poderão reparar, destruir, incendiar ou até levitar objectos. A maioria das magias é fácil de executar, mas tivemos maior problema com Wingardium Leviosa, que permite levitar. Em primeiro lugar é difícil de executar, pois o que se pretende é mexer o analógico da direita para a esquerda; mas têm de o fazer de modo a que realizem 180º com o mesmo por cada movimento. Se simplesmente mexerem da direita para a esquerda irão seleccionar outro objecto. Depois ainda têm a parte mais difícil, controlar os objectos no ar. Como se controlar os objectos no ar não fosse difícil, dando a sensação que não temos controlo nos mesmos, ainda existem os problemas ocasionais de câmara.

Algo que apreciámos bastante neste jogo foi a sua componente de exploração. Existem resmas de espécies de aves para descobrir, quadros para pendurar, tochas para acender e jardins para serem tratados, mencionando só alguns. Por cada item descoberto receberão pontos, conforme a importância do mesmo. Estes pontos serão automaticamente trocados por extras que poderão ver numa sala secreta situada na escadaria principal. Estes extras podem ser fotos do filme, entrevistas com as personagens, com os produtores, etc. Ainda nesta sala poderão ver que troféus já conquistaram e os que ainda faltam.

Ao fim de completarem todo o exército com um total de 28 membros, Umbridge descobre a sala secreta onde se realizam as reuniões e dá-se um reviravolta. Com Albus Dumbledore fora de chefia (não vamos dizer porquê), a professora toma conta do liceu. Além de fazer as mais diversas partidas, como transformar secções do castelo em pântanos, irão ter mais acção com as lutas. Pelos menos era o esperado, mas não existe uma sensação poder, e Harry não se consegue movimentar de forma eficiente durante as lutas. Tudo o que vos resta é lançar ataques com a varinha e esperar que nenhum dos vossos opositores vos acerte com os poderes.

Um pormenor bastante agradável é o facto de o jogo estar totalmente em Português, ajudando assim os mais jovens a compreender a história do jogo.

Com tudo isto, Harry Potter e a Ordem da Fénix é um jogo bastante sólido que agradará a dois tipos de jogadores: aos fãs do filme, que não se vão arrepender pela compra do jogo, e aos que gostam de explorar. E ainda falta dizer que é uma das melhores adaptações de um filme que já vimos!


Nenhum comentário

comments powered by Disqus
Eurogamer
7/ 10
Média da crítica
Média dos usuários
Sua nota

Sobre o colaborador

avatar de ekans

Reviews da crítica

7 / 10
Eurogamer
©2016 GameVicio