GameVicio Entretenimento: GameVicio | FlashVicio | Hhide.ME | ClubVicio | Fórum | Flow | MovieVicio

Review de NBA Street: Homecourt para PS3 de Eurogamer

por ekans, fonte Eurogamer, data  editar remover


As estrelas da NBA no teu bairro. ?? este o mote do novo NBA Street, com o subtítulo de Homecourt.

Os fãs do espectáculo que é a NBA têm aqui uma oportunidade de os verem no seu bairro, mano-a-mano. Sem pressões, sem regras, apenas a habilidade e engenho contam em Homecourt.

NBA ??? Street Homecourt, não é para todos, é um jogo para os verdadeiros fãs, da NBA. Pois embora seja uma versão ???caseira???, quase todas as estrelas da NBA e todas as equipas estão presente nesta versão. Com tudo o que podemos imaginar de estatísticas, e dados. Até a equipa feminina temos, para dar uma boas sovas.

Privilegiando o espectáculo e em detrimento das regras, Homecourt transporta-nos para o lado B, da NBA. Em recintos pequenos, como pavilhões, ou mesmo o ???court??? lá do bairro, jogamos três contra três, num ambiente ao bom estilo dos ???GlobeTrotters???

Existem diversos modos de jogo, nomeadamente o imprescindível, modo carreira, em que podemos criar o nosso ???sósia??? e lutar pelo reino do bairro. Pena é não termos a liberdade de criarmos todos os aspectos do nosso jogador, pois apenas permite combinação das características físicas, entre os jogadores já existentes.

Embora tenhamos muitas possibilidades de combinação e alteração das características, nomeadamente da cabeça, sentimos um pouco presos na liberdade de criação. Mas achamos que seja um pormenor, que não estraga a festa.

Os outros modos de jogo são. ???Gamebreaker Battle???, em que os pontos não contam mas sim o numero de ???gamebreaker??? efectuados por cada equipa. Ganhamos um Gamebreaker, quando enchemos a barra de Gamebraquer, e para que isto acontece termos que efectuar as mais elaboradas combinações, quer de ???tricks???, quer de elaborados sextos.

Quando enchemos a barra, atingimos o Gamebreaker, onde podemos efectuar os mais elaborados afundanços e ???tricks???. Mas temos de ter cuidado, pois se em um desses momento perdemos a bola, o nosso adversário pode usar esse mesmo momento e ser ele o beneficiário do Gamebreaker.

Depois temos o Trick Battle, em que ganhamos pontos por efectuarmos o maior número de ???tricks??? e enchermos a barra de GameBreaker.

Por fim temos o ???Back to basics??? que é como o nome diz, jogo clássico. Em que as habilidade de efectuar os ???tricks??? não contam, apenas jogo puro e duro.

No modo online, podemos jogar em modo ???ranked???, em que jogamos com alguém aleatoriamente escolhido, de acordo com as nossas características, ou em modo ???unranked???, em que jogamos aleatoriamente contra alguém, não interessando as nossas características.

Podemos criar a nossa própria sala, e mesmo ter um ???court??? online, em que grava toda a história e feitos online, visionados depois nos rankings mundiais.

Em todos os modos de jogos podemos desbloquear novas características, novos campos, novos equipamentos, tornando o jogo com maior longevidade.

No aspectos da carreira, achamos que poderia ter uma estrutura mais rígida de campeonato, mas achamos que a Electronic Arts pretendeu antes um jogo mais acessível a todos, deixando as características mais técnicas de lado. ?? uma decisão que achamos que poderia ser mais moderada, pois as vezes sentimos que não temos apelo nenhum para continuar em frente.

A nível de som, é o que a Electronic Arts já nos habituou, com uma EA-trax recheada, com músicas na onda do Rap, Soul e Hip-Hop. Tudo o resto cumpre, desde as vozes dos jogadores, até ao som do meio ambiente, que muda de acordo com o local aonde jogamos. Apenas lamentamos não existir muito público, pois nem damos por eles a incentivarem a equipa. Estávamos à espera de amigos do bairro, a puxarem pelo jogo, de uma forma incessante, mas isso não ocorre, e certas vezes sentimo-nos sozinhos no jogo.

As animações das personagem estão aceitáveis, com movimentos extremamente engraçados, levando a que riamos uma vez ou outra, e muito mais quando jogamos contra um amigo, pois ai o divertimento é maior. Nada é mais vergonhoso que brincar e humilhar o amigo, por rodopiar, saltar e por fim passar a bola por meio das pernas do adversário de uma forma gloriosa.

Ficamos um pouco desagradados com a camera de jogo, sendo que às vezes a acção desenrolasse fora do nosso campo de visão, não permitindo perceber o que aconteceu.

NBA ??? Street Homecourt cumpre com o seu objectivo, não sendo obviamente um jogo brilhante. Nunca deslumbrando em termos gráficos, e até em certos aspectos um pouco pobre, nomeadamente no sentimento inexistente da sensação de Bairro. Existindo muitos elementos em falta, que pudessem dar maior realismo ao jogo.

NBA ??? Street Homecourt, tem algumas falhas que achamos que poderiam ser melhor retocadas.

?? um jogo muito próprio, que não agrada aos mais puristas, e quem não for um fã de NBA, ou mesmo de espectáculo tipo Globetrotters, depois de jogar uma vez não volta a por as mãos nele.


Nenhum comentário

comments powered by Disqus
Eurogamer
7/ 10
Média da crítica
Média dos usuários
Sua nota

Sobre o colaborador

avatar de ekans
©2016 GameVicio