GameVicio Entretenimento: GameVicio | FlashVicio | Hhide.ME | ClubVicio | Fórum | Flow | MovieVicio

Review de SWAT 4: The Stetchkov Syndicate para PC de Outer Space

por Giordano Trabach, fonte Outer Space, data  editar remover


Sem grandes inovações, a expansão The Stetchkov Syndicate de SWAT 4 adiciona novas armas, fases, e uma melhoria considerável na inteligência artificial do tiroteio estratégico de SWAT 4.

Como sempre, o jogo se destaca por não se concentrar exatamente na ação, e sim na estratégia de invadir, render terroristas e resgatar reféns. O jogador deve comandar uma equipe de 4 outros oficiais que servem mais como bucha de canhão que companheiros confiáveis, por contarem com uma IA bem deficiente. ?? um jogo bem realista, mas tem alguns pequenos defeitos que atrapalham bastante a idéia original.

Counter-Terrorists Win


SWAT 4: The Stetchkov Syndicate traz novos elementos e novas estratégias para o jogo, mas com certeza a principal melhoria é na inteligência artificial dos inimigos. Antes eles erravam muitos tiros, se escondiam mal, e se rendiam com facilidade. Agora estão bem mais durões e chegam a até mesmo trapacear os policias, fingindo que vão se render, só para depois atirarem contra o jogador e os reféns.

A despeito de uma boa I.A., os terroristas não têm motivos nem um pouco convincentes, principalmente nas primeiras missões: religiosos fanáticos que invadem um show de rock com rifles AK-47 e fazendeiros revoltosos que instalam bombas relógio no ministério de agricultura estão entre os primeiros inimigos, o que faz do gancho para essas missões fraco e pouco convincente. Nas últimas, quando a SWAT confronta os traficantes de armas da família Stetchkov ??? responsável, inclusive, por armar os meliantes das outras missões ??? a coisa fica um pouco mais interessante, porém nada muito brilhante.

As novas armas adicionam bastante cor para o jogo. A submetralhadora 5,7x28 mm é uma boa arma para equipar os companheiros de equipe, mas também um pouco difícil de controlar pelo jogador. O fuzil de precisão é bem interessante assim como a metralhadora leve, mas são armas que limitam um pouco a atuação do personagem e não possibilitam muita versatilidade. Já o lançador de granadas é uma importante adição estratégica e uma opção fortíssima se combinada a uma boa arma secundaria.

As armas secundárias são bem interessantes também, sendo a pistola de eletro choque Cobra uma das melhores opções de arma não letal. Já as pistola automáticas de 9 mm e a .50 são armas comuns para os criminosos, e darão trabalho para o jogador durante as missões. Os novos equipamentos, no caso um bolso de munição, o bastão luminoso e óculos de visão noturna são todos bem interessantes para uma preparação mais customizada para as missões. E agora também existe a opção de jogar sem coletes, o que deixa o personagem mais rápido, porem mais vulnerável.

Outra alteração importante é a adição de um novo ataque corpo-a-corpo, feito com a arma que o personagem estiver segurando. ?? bem útil para subjugar civis que não aceitem as algemas de primeira e uma boa adição para o SWAT 4 original, afinal, antes, quando a munição não-letal acabava, muitas vezes o jogador precisava atirar nos pés do inocente.

Multiplayer caprichado


Mas o melhor jeito de jogar SWAT ainda é o multiplayer, onde os colegas de equipe são mais espertos e as estratégias dos criminosos convencem mais. Os jogos cooperativos e competitivos continuam bem divertidos, e uma nova opção, o Quick Mission Maker Lobby, facilita a comunicação entre os jogadores para definir como será a fase. Uma nova variação de Multiplayer competitivo, o Smash And Grab, é uma das melhores já feitas pro jogo: Os suspeitos devem pegar uma mala no mapa e carrega-la até outro local em um curto período de tempo, e os agentes da SWAT devem impedir que isso aconteça. O jogador que carrega a mala fica impossibilitado de usar armas primarias, e tem uma leve restrição de movimentação.

Além disso, diversas outras pequenas modificações no modo online deixaram o jogo mais divertido, com destaque para o modo cooperativo no qual é possível jogar com dez agentes da SWAT ao mesmo tempo.

Visual Suspeito


Apesar de ter gráficos bem satisfatórios, a física de SWAT 4 não é muito convincente, e a pouca interação com os ambientes restringe bastante o realismo do jogo. Os cenários também não são tão inspirados como os de SWAT 4 -- o prédio do ministério da agricultura, por exemplo, é tão confuso e labiríntico que fica difícil entender como as pessoas trabalham por lá.

Os sons e vozes por outro lado agradam bastante, e os diálogos entre os membros da equipe são bem convincentes. Já as legendas decepcionam: estão quase todas erradas, o que demonstra uma má revisão do jogo nesse aspecto. Mas não é um grande defeito, pois pode ser corrigido no primeiro patch para a expansão.

O Veredicto:
A grande atração de SWAT 4 continua sendo o modo multiplayer, agora com novos modos e armas que conseguem melhorar e desenvolver o que já era bom no jogo original. Já as missões Single Player não são tão divertidas, parte pelas situações criadas e as motivações fracas dos criminosos. No geral, SWAT 4 continua uma ótima opção de ação tática e, mesmo sem grandes alterações estruturais, esta expansão ajuda ao melhorar a inteligência artificial e trazer novas opções ao arsenal.


Prós:

- Multiplayer divertido;
- Realismo;
- I.A. de inimigos melhorada;


Contras:

- I.A. de colegas de equipe falha;
- Legendas erradas;
- Visual mediano;
- Ganchos e enredos fracos.


Nenhum comentário

comments powered by Disqus
Outer Space
6/ 10
Média da crítica
Média dos usuários
Sua nota

Sobre o colaborador

avatar de Giordano Trabach
©2016 GameVicio