GameVicio Entretenimento: GameVicio | FlashVicio | Hhide.ME | ClubVicio | Fórum | Flow | MovieVicio

Review de SiN Episodes Emergence para PC de Outer Space

por Giordano Trabach, fonte Outer Space, data  editar remover


Sem qualquer ambição de revolucionar o gênero, SiN Episodes: Emergence é apenas mais um título baseado na engine de Half-Life 2 que traz o que se espera de um jogo de ação: tiroteios, boa interação com o ambiente, visual agradável, uma história convincente e um elenco de gostosas.

Em SiN Episodes: Emergence o jogador assume o papel do Coronel Jonh R. Blade, que comanda uma força especial chamada HardCops. Junto ao Coronel Blade, está o hacker JC e a garota Jessica Cannon, que é responsável pelo resgate do herói no começo do jogo. A ambientação é uma cidade futurista chamada Freeport, uma mistura de Nova York, Los Angeles e Tóquio.

Poucas armas para poucos inimigos


No começo de Emergence, o jogador está preso e rendido pelos dois grandes vilões do jogo: Elexis Sinclaire, uma cientista de seios avantajados que controla a bilionária companhia SinTek; e Radek, o braço direito de Sinclaire. Os dois injetam uma misteriosa substância em Blade, pouco antes do herói ser resgatado por Jessica.

Depois de uma pequena introdução, com direito a um sonho pervertido de Blade com Elexis, começa a seqüência de ação que só vai terminar no fim do jogo. O objetivo é encontrar e capturar Radek, para tentar descobrir o que foi injetado no sangue de Blade. Como era de se esperar, o episódio termina sem responder muitas perguntas, deixando todos ansiosos para o próximo episódio da série.

Apesar do enredo curioso, o jogo foca e se destaca na ação: há pouca variedade de inimigos (que podem ser resumidos em soldados e mutantes), mas as animações de morte de alguns são bem divertidas, o que evita a sensação de estar matando o mesmo cidadão o jogo inteiro. Soldados em JetPacks voam caoticamente até caírem quando atingidos ??? alguns às vezes em chamas; os comuns são brutalmente decapitados quando atingidos na cabeça; e os de metralhadora simplesmente explodem quando morrem.

Os mutantes, que são humanos afetados por uma biotoxina desenvolvida pela SinTek, são um ponto fraco do elenco de vítimas para Blade. Além de serem parecidíssimos com os alienígenas de Half-Life 1, são desinteressantes visualmente, aparecem meio que de repente no jogo e não têm uma ligação tão forte com a história, ou pelo menos com a desse primeiro episódio.

Além de poucos tipos de inimigo, são poucas também as armas: apenas uma pistola, uma escopeta, e um rifle automático, além de um punhado de granadas. Não que seja preciso mais que isso para aniquilar a pequena variação de oponentes durante a curta vida útil do jogo, mas se não aparecerem novas armas nos próximos episódios, a mesmice tende a ser desgastante. As armas contam com dois tipos de disparo, além da possibilidade de serem usadas para curtos golpes corpo-a-corpo: o disparo secundário da pistola é um projétil azulado que é ótimo para lidar com mutantes; já o da escopeta são fragmentos que ricocheteiam mais, e causam dano maior; enquanto o rifle de assalto conta com o clássico lança granadas. Todas as armas também possuem zoom, uma opção bem pensada, que aumenta a versatilidade das mesmas.

Estas pequenas variações não resolvem a falta de opções para armas, mas a decisão pode ter sido tomada para deixar o jogo mais realista, afinal não comum um ser humano carregar mais que três armas. Diante da estrutura episódica de SiN, é bem possível que inimigos e armas completamente diferentes apareçam nos próximos jogos, portanto é compreensível também qualquer tentativa de restringir o arsenal nesta primeira aventura.

Sem Multiplayer


Talvez o maior defeito em SiN Episodes: Emergence seja a ausência de um modo multiplayer. ?? justificável que um jogo com poucas armas e ênfase no enredo não tenha multiplayer, mas a maior parte das pessoas espera que qualquer FPS conte com o modo. Talvez para aliviar um pouco esta falta, um deathmatch online é disponibilizado junto ao SiN Episodes: Emergence na forma do SiN original, que data de 1998, e vem como bônus no pacote.

O primeiro SiN foi um jogo bem esperado na época, mas foi ofuscado pelo sucesso de Half-Life, e mesmo o Singleplayer hoje é algo que vai chamar a atenção apenas daqueles que se empolgarem muito com o enredo de Emergence e quiserem saber mais sobre a SinTek, Blade e o resto do cenário. O multiplayer é bem enjoativo e pouco estimulante, principalmente pelo visual ultrapassado.

Já o visual do prato principal, Emergence, é muito bom: além dos gráficos do engine Source, o sistema de física Havok providência todo realismo e interatividade para garantir utilidade aos diversos objetos inanimados do jogo, que podem ser usados como arma por Blade.

O som do jogo também é surpreendente e além de uma boa trilha sonora, com destaque para a música de abertura, os efeitos de som durante o jogo são realistas e agradam bastante. As dublagens de voz também são muito boas, com um único defeito: o personagem principal, Blade, fala pouquíssimo durante a aventura, ao contrario do SiN original, em que ele não fechava o bico.

O Veredicto:
Como um primeiro episódio, SiN Episodes: Emergence agrada bastante. ?? um jogo rápido, intenso e que tem um bom pano de fundo, apesar de um tanto curto e restrito na variedade de armas e inimigos. Pelo preço cobrado (R$49,00, metade de um jogo comum) e com as boas perspectivas criadas para os próximos episódios, é uma ótima opção para quem espera curtir um bom tiroteio, sem grandes pretensões.


Prós:

- Ação bem elaborada e envolvente;
- Inimigos morrem de formas divertidas;
- Enredo interessante;
- Vem com SiN original de brinde;
- Gostosas digitais.


Contras:

- Poucas armas;
- Poucos inimigos;
- Aventura curta;
- Sem Multiplayer;


Nenhum comentário

comments powered by Disqus
Outer Space
8/ 10
Média da crítica
Média dos usuários
Sua nota

Sobre o colaborador

avatar de Giordano Trabach

Reviews da crítica

7.1 / 10
GameVicio
©2016 GameVicio