GameVicio Entretenimento: GameVicio | FlashVicio | Hhide.ME | ClubVicio | Fórum | Flow | MovieVicio

Review de Guitar Hero III: Legends of Rock para PS2 de Outer Space

por Guimephiles, fonte Outer Space, data  editar remover


Guitar Hero 3: Legends of Rock, o quarto título da série, chega forte e cheio de novidades. Mantendo a mesma mecânica dos anteriores, mas com novo visual, novos personagens, algumas celebridades e um repertório excelente composto por nada menos que 70 músicas, o novo jogo pretende agradar gregos e troianos, metaleiros e pagodeiros, e quaisquer outros seres dispostos a arriscar algumas notas na fantástica guitarra de plástico ??? que agora assumiu o formato Stratocaster ???, ou mesmo no gamepad.

Rock na veia, L.E.R. na mão


Em Guitar Hero 3 o jogador mais uma vez assume o controle do guitarrista da já tão conhecida bandinha de garagem presente nos outros jogos da série, composta por um baixista barbudo, um vocalista que lembra o da banda Incubus e um baterista gordinho de boné. A maioria dos personagens já conhecidos permanece, com exceção de Pandora, Clive Winston e Eddie Knox, que foram eliminados. Em compensação, novos personagens foram introduzidos, como a japonesinha Midori e o robô MetalHead. E, além disso, o jogador agora pode também cair na pele de Tom Morello, antigo guitarrista da banda Rage Against the Machine e também do Audioslave, ou ainda o veterano Slash, do clássico Guns´n Roses. As duas celebridades aparecem no jogo como chefões, dos quais o jogador deve vencer em um duelo no estilo ???Crossroads??? para seguir carreira e destravá-los para seleção.

Outra grande mudança é que agora a banda que acompanha o jogador deixou de apenas bater cabeça ao som de um playback e passou de fato a tocar. Da mesma forma que o guitarrista fazia nas versões anteriores, os outros membros da banda agora também ???tocam??? a musica, imitando os movimentos de um músico real, e tocando as notas certas, exceto pelo baterista, que apresenta um movimento robótico e está quase sempre atrasado no ritmo, mas valeu a tentativa. Detalhe especial para os vocalistas, que realmente cantam a letra.

E depois de reviver os clássicos em Guitar Hero: Rock the 80´s, é hora de seguir com vida, olhar pra frente. Mas nem tanto. O vasto repertório de GH3 ainda segue um pouco dos anteriores, com muitas musicas clássicas no mundo do Rock como ???Rock and Roll All Nite??? do KISS, ???One??? do Metallica e ???Raining Blood??? do Slayer, mas desta vez foi dado um espaço maior para bandas mais novas, como Bloc Party, The Killers, Slipknot, Muse e outras, talvez numa tentativa de abranger um público maior. Além disso, várias outras bandas semi-famosas foram incluídas na lista de músicas bônus, que podem ser compradas com a grana obtida na carreira.

E por falar em gastar dinheiro, a lojinha foi outro aspecto do jogo que passou por intensas reformas. Isto quer dizer o jogador terá literalmente de suar a camisa para poder comprar tudo que a loja tem a oferecer. São vários modelos de guitarras, com seus respectivos acabamentos, muitas musicas bônus, roupas novas para os personagens e cores diferentes para cada roupa.

Os modos para dois jogadores continuam como eram, exceto pelo fato de que agora é possível jogar o modo carreira cooperativamente com um parceiro. Este novo modo é mais curto que a carreira normal e não inclui os duelos, porém algumas das musicas somente são destravadas ao jogá-lo.

Palhetas de fogo


Com a compra da RedOctane pela Activision, o desenvolvimento da série Guitar Hero deixou de ser feito pela Harmonix (que agora é responsável pelo concorrente ???Rock Band???) e passou para as mãos da Neversoft, que ficou famosa pela série Tony Hawk Pro Skater. E o resultado dessa troca foi um visual completamente novo, que remete mais aos jogos da série THPS do que aos títulos antigos da série. Os personagens ficaram um pouco menos caricaturados e é possível perceber um pequeno toque de realismo nos novos traços, que ficaram um pouco menos arredondados. Os jogadores provavelmente irão estranhar à primeira vista, mas passado o choque inicial fica tudo bem.

Aqueles que tiveram a chance de jogar as versões anteriores provavelmente perceberam que houve um aumento gradual na dificuldade ao passar das versões. E esse aumento está presente, mais forte do que nunca, também em GH3. As novas músicas não só são boas como também bastante difíceis; mesmo para quem já domina o jogo. A vantagem é que a resposta aos comandos ficou mais precisa e ficou um pouco mais fácil fazer uso dos ???hammer-on???s e ???pull-off???s.


O Veredicto
: Guitar Hero 3 chegou para atender aos pedidos de ???encore??? dos fãs de rock. Munido do melhor repertório da série (e são mais de 70 músicas em versões originais -- não covers -- a serem tocadas), muita tralha para comprar, novos personagens, celebridades e melhores opções no quesito dois jogadores, o jogo é provavelmente o melhor dos quatro produzidos até a atualidade. Tire o sofá da sala, aumente o volume e prepare o saco com gelo para suas mãos, pois o show tem que continuar.


Prós:

- Setlist bem equilibrado, com bandas novas e clássicos, sem covers;
- Modo ???Carreira??? para dois jogadores;
- Quinquilharias mil a serem compradas;
- Celebridades jogáveis;
- Duelos de guitarra.


Contras:

- Bastante difícil;
- Novos gráficos decepcionam a princípio.


Nenhum comentário

comments powered by Disqus
Outer Space
9/ 10
Média da crítica
Média dos usuários
Sua nota

Sobre o colaborador

avatar de Guimephiles
©2016 GameVicio