GameVicio Entretenimento: GameVicio | FlashVicio | Hhide.ME | ClubVicio | Fórum | Flow | MovieVicio

Review de Harry Potter and the Goblet of Fire para PC de GameVicio

por nei.esc, data  editar remover


meu site: http://geocities.yahoo.com.br/nttudo/
Introdução:

O folclore relacionado a bruxos nunca foi algo primordialmente ligado à cultura brasileira, já que por aqui outros mitos folclóricos acabaram ficando mais conhecidos, como o Saci e a Mula-Sem-Cabeça. No entanto, tudo mudou há alguns anos atrás, quando a escocesa Joanne Kathleen Rowling (depois de um casamento fracassado, com pouco dinheiro e uma filha pequena para sustentar), durante uma viagem de trem entre Manchester e Londres, teve a idéia de criar o personagem Harry Potter. Hoje a senhora Rowling colhe os louros de uma franquia que inclui 300 milhões de livros em 65 idiomas, além do quarto filme produzido por Hollywood e todos os itens de merchandising que se pode imaginar, totalizando os nada modestos US$ 3,8 bilhões!
?? nesse clima de euforia e de cifras milionárias que a pottermania chega até nós mortais com o game Harry Potter e o Cálice de Fogo, fazendo alusão ao filme recentemente lançado nos cinemas brasileiros, que por sua vez é inspirado no quarto livro da escritora. A história é basicamente a mesma do filme: Potter é misteriosamente escolhido para participar do arriscado Torneio Tribuxo, onde enfrentará entre outros perigos um enorme dragão. Mas não é só isso, há o misterioso labirinto encantado e a Copa de Quadribol, além de duelos contra os mais variados inimigos. Vejamos nesta análise se o jogo faz jus à milionária fraquias!


Jogabilidade:

Há várias novidades neste novo jogo da franquia. A primeira delas é o modo cooperativo - você poderá jogar com os três personagens principais, Harry, Rony e Hermione. No início de cada fase é dada a oportunidade para escolher um dos três jovens heróis e os outros dois são controlados pelo computador no decorrer do jogo. O trio foi, sem dúvida, muito bem aproveitado: enquanto um deles levita um monstro ou o imobiliza os outros se encarregam de lançar magias ofensivas. Quando há pedras e obstáculos enormes os três juntos deverão fazer magias para desobstruir o caminho.
Essa dinâmica de jogo em grupo funciona bem, sendo o único inconveniente a fraca Inteligência Artificial, que por vezes, pode até irritar. Durante o jogo ocorrem várias situações onde os dois personagens controlados pelo computador simplesmente parecem ser lentos no raciocínio para tomar as atitudes certas ou requeridas no auxílio do seu herói.
No mais, avaliando de uma maneira geral, Harry Poter e o Cálice de Fogo se assemelha ao estilo de jogo de plataforma com alguns elementos RPG que lhe garante uma ligeira profundidade. Sim, é um jogo simples, que desvia-se da absurda complexidade de alguns títulos recém lançados no mercado (como Black & White 2, por exemplo). As fases são lineares e as missões e objetivos resumem-se em uma persistente e em alguns casos cansativa exploração dos cenários para a coleta de itens, confronto com inimigos e algumas corridas com certos elementos de combate. ?? claro que há todo um enredo que forma a espinha dorsal de tais elementos, mas, como já foi dito, numa visão geral, o jogo não vai além dessas características.
As fases são atraentes e chamativas visualmente e é bem divertido combater os monstros e resolver os quebra-cabeças, na primeira vez em que se passa por elas. Isso mesmo, na primeira vez. O fato é que, para avançar no jogo não adianta simplesmente completar uma fase. Para desbloquear os níveis seguintes o jogador terá que adquirir um número suficiente de Escudos Tribruxos. Em termos práticos, você será obrigado a retornar à fases já vencidas e enfrentar novamente os mesmos desafios para recolher aquele Escudo Tribuxo que você até pode ter visto, mas não sabia como pegá-lo. A captura de alguns deles depende de certas magias, que os heróis terão acesso só mais adiante no game; outros poderão ser capturados com a resolução de quebra-cabeças ou derrotando um inimigo.
Mas o que realmente frustra nisso tudo é quando, por exemplo, o jogador consegue com todo esforço coletar 1 Escudo Tribruxo de difícil acesso, mas ainda precisa de mais 10 para desbloquear a próxima fase e, para piorar, nem sabe onde achá-los! Os mini-escudos podem ser uma saída, entretanto, são necessários 10 para trocar por um Tribruxo. O resultado é que o jogo pode se tornar repetitivo e cansativo, desanimando e até espantando o jogador não muito paciente.
Uma boa variante de jogo são as fases de corrida. Em uma delas você tem que fugir de um dragão no menor tempo possível. Essas fases são bem lineares e simples, formando mais uma experiência visual do que uma contribuição à jogabilidade.
Se o jogo é em si simples e fácil, o que corrobora para uma ligeira profundidade é o elemento RPG. Eliminando inimigos e quebrando certos objetos, os personagens apanham "feijõezinhos da sorte". Como em Fable: The Lost Chapters, os feijõezinhos e recompensas são atraídos até o herói com o uso de uma tecla - o famoso feitiço "Accio". Assim, é possível recuperar a energia e também adquirir pontos que poderão ser trocados por cartas. Estas últimas, além de apresentarem fotos do filme, trazem consigo o melhoramento dos atributos de cada jogador, garantindo assim a personalização ao estilo de jogo de cada um.

Áudio:

Uma boa notícia para os fãs: Harry Potter e o Cálice de Fogo está totalmente em português. Vai de encontro às expectativas dos entusiastas da série, pois, além de ser agradável desfrutar de um jogo na língua materna, flui certamente uma maior identidade dos personagens com o jogador. As gírias e os nomes dos feitiços, por exemplo, são constantemente faladas pelos bruxinhos e serão facilmente decoradas pelos fãs.
As dublagens das vozes dos personagens são de alto nível e revelam que todo o cuidado foi tomado para manter as características da franquia no solo brasileiro. Em alguns momentos ouvimos piadas e ironias ao meio dos diálogos, tornando o jogo mais engraçado.
Embora deixe no jogo alguns momentos de silêncio, a trilha sonora é bem ajustada aos elementos de aventura e mistério da série, seguindo nitidamente o estilo cinematográfico do filme, com belos arranjos orquestrais.

MultiPlayer:

O jogo não suporta multiplayer online, mas oferece possibilidade que duas ou três pessoas possam jogar a partir do próprio PC, com um dispositivo de hardware que permita a entrada de mais de um joystick controlador.
Como no single-player o modo de jogo é cooperado, com o diferencial da diversão de participar com os amigos. Sim, é muito divertido o fato de que para se ter sucesso é preciso a comunicação e organização entre os jogadores. Por exemplo, o poder máximo só pode ser ativado se os três jogadores apertarem ao mesmo tempo um respectivo botão simultaneamente. O trio deverá se organizar, e, quando estiverem prontos, magias, feitiços e azarações serão eficientemente combinados e tornarão os heróis um time "duro de roer"!

Gráficos:

Outra inovação deste jogo é que os personagens que vemos na tela foram modelados a partir dos atores do filme, captando de cada um a sua expressão e característica marcante. Em decorrência de tal cuidado na produção, o jogador perceberá certamente um maior realismo, com a sensação de que está de fato controlando Harry, Hermione ou Rony. Esse impacto diminui em certos momentos, já que a câmera é automática e assim não sendo possível fazer um zoom para ver de perto os heróis.
No quesito ambientação, outro ponto positivo, já que nos é apresentado com riqueza de detalhes o mundo de Potter. Os cenários foram cuidadosamente reproduzidos dos próprios cenários do filme e são composições de uma sólida direção de arte. Some a isso tudo os bons efeitos de poeira, névoa, folhas levadas ao vento, efeitos de iluminação, texturas bem detalhadas e magias, que têm efeitos coloridos e criativos se dividindo em centenas de partículas e tonalidades.

Conclusão:

Harry Potter voltou com toda a pompa neste game de plataforma com elementos de RPG. As novidades presentes no realismo gráfico e estilo de jogo cooperado com certeza agradarão os fãs da série.
Mesmo tendo as limitações como sua simplicidade na dinâmica de jogo e certa repetição nas fases, Harry Potter e o Cálice de Fogo cumpre bem o papel de uma imersão interativa no criativo mundo de fantasia da autora J.K. Rowling, e traz uma história mais abrangente e complementar a contada no último filme que chegou recentemente nas telonas.

Notas:


- Gráficos: 16
- Som: 16
- Jogabilidade: 14
- Enredo: 15
- IA: 10

Total: 71%


Nenhum comentário

||
GameVicio
7.1/ 10
Média da crítica
Média dos usuários
Sua nota

Sobre o colaborador

avatar de nei.esc
©2016 GameVicio