GameVicio Entretenimento: GameVicio | FlashVicio | Hhide.ME | ClubVicio | Fórum | Flow
Osama Sissy Fight
Osama Sissy Fight
Luta
Soque o terrorista Osama Bin Laden.
GameVicio Logo

Review de Uncharted: Drake's Fortune para PS3 de Outer Space

por Guimephiles, fonte Outer Space, data  editar remover


Com Uncharted: Drake???s Fortune, o estúdio Naughty Dog dá ao Playstation 3 o que ele mais precisa neste momento: uma exclusividade. Mas esta aventura que mistura o combate de Gears of War com a ação de Tomb Raider ainda não tem qualidade suficiente para fazer vender consoles, embora superficialmente mostre muitas das características de um jogo AAA.

Marcus Croft


Antes de se revelar quase que um clone de Gears of War, Uncharted apresenta um prólogo que faz lembrar os melhores momentos de Tomb Raider, com a diferença que agora a câmera posicionada sempre por trás do protagonista não mostra um longo rabo de cavalo e um shortinho, mas sim uma camiseta suada e o corpo peludo de um homem. Nosso Lauro Croft é Nathan Drake, um jovem de bem com a vida, meio bobalhão e atrapalhado -- uma personalidade que em nada combina com o fato de que ele irá matar uns dez bilhões de capangas nas próximas horas.

O enredo fala de um antigo tesouro deixado por Sir Francis Drake, o explorador inglês que viveu no século XVI e que, como o nome já evidencia, seria ancestral do protagonista. Muito parecido com os filmes Tudo por uma Esmeralda e outras aventuras de baixo orçamento na linha Indiana Jones, Uncharted é uma sucessão de clichês de filmes/jogos de exploração e aventura, misturando florestas tropicais com templos incas, mercenários, capangas e uma loirinha corajosa para ser o par romântico do herói principal.

E o paralelo com os filmes neste caso vai além da história. Uncharted é um dos jogos mais cinemáticos do momento, e mesmo que ainda não esteja no nível de Metal Gear Solid neste quesito, faz pelo menos uma coisa mais bem feito que o resto: a modelagem dos personagens, principalmente de seus rostos, é incrivelmente bem feita, de um realismo que se aproxima ao das animações da Pixar.

Além do capricho com a modelagem dos personagens, a Naughty Dog pode colher os louros por ter feito o primeiro jogo verdadeiramente impressionante, graficamente, do Playstation 3. Uncharted está lá com Gears of War e BioShock entre os títulos mais bem feitos da atual geração.

A ---------> B


Uma nova analogia com o cinema cabe bem para comentar a jogabilidade: Uncharted é o equivalente a um grande blockbuster no estilo Piratas do Caribe 3 -- super produzido, com todos os elementos que ???o povo gosta??? e inegavelmente divertido, mas derivativo, formulista e completamente sem imaginação.

A parte em que ele é um jogo de plataforma, por exemplo, é tão banal e limitada que faz Tomb Raider parecer uma obra-prima de Shigeru Miyamoto. Qualquer parede que precisar ser escalada estará lá, bem na cara do jogador, como a única alternativa a ser seguida. A progressão é absurdamente linear, tanto que nas raras ocasiões em que o jogador consegue enxergar um caminho alternativo, esse caminho não existe de fato (isto é, não está programado para funcionar no jogo) ou simplesmente levará à morte. Existem, assim, situações como o parapeito de uma janela que o jogador reconhece como um lugar que antes podia escalar, mas que em outra parede (esta fora do único caminho a ser seguido) simplesmente não permite que o personagem se apoie nela. Também não ajuda nada na imersão perceber que em uma construção com dezenas de janelas, aquela única que está quebrada dá acesso ao pedaço do muro com buraquinhos acidentais divinamente posicionados em forma de uma escada. A obviedade de tudo e a falta de imaginação da Naughty Dog para criar puzzles com os cenários incomoda muito, mesmo que seja feito um esforço para entender que o objetivo é criar um jogo para acéfalos, ou, como os tais blockbusters do cinema, para quem quer se divertir preguiçosamente. Pena que a natureza dos jogos de videogame exija menos passividade e mais estímulos.

O gordo e o magro


Se pela inspiração em Tomb Raider a aventura de Uncharted é digna de Sessão da Tarde, a outra metade, que clona Gears of War é uma cópia bem feita. O problema é que Gears é um jogo nota 7.

O combate, que ocupará a maior parte do tempo do jogador da metade para frente na jornada, tem uma mecânica muito parecida com a de Gears: encostando numa parede o personagem pode se proteger dos tiros e esperar o momento certo para dar os seus. Funciona muito bem, é divertido por algum tempo e há muitos ???headshots???, mas fatalmente cai na repetição pelo mesmo problema de Gears: é rotineiro (ir até a próxima parede, atirar, esconder) e exige mais paciência que habilidade do jogador.

Atrapalha em Uncharted também o fato de que, diferente do jogo do Xbox 360 que tinha até confronto com chefes de fase, a ação aqui está quase sempre limitada a dois tipos de capangas -- um gordo e um magro --, variando apenas as armas que eles usam, entre escopetas, lança granadas e metralhadoras. E são tantos capangas que é até possível simpatizar pelo vilão, afinal, por pior que ele seja, pelo menos gerou muitos empregos.


O Veredicto
: Uncharted chama a atenção pelo visual incrível e tem potencial para divertir, desde que o jogador espere dele algo como um grande filme de verão, desses que não pedem para pensar e que entreteem razoavelmente enquanto duram. Experimente-o como ele merece: muito despretenciosamente, e saiba que é um jogo para ser esquecido tão logo o mata-mata tenha terminado.


Prós:

- Um dos melhores gráficos do momento;
- Animações faciais muito bem feitas;
- Produção de alto nível;
- Várias opções de dublagem, inclusive em português (de Portugal).


Contras:

- Absurdamente linear;
- Combate repetitivo;
- Puzzles sem um pingo de imaginação.


Nenhum comentário

||
Nenhum cadastro retornado
Outer Space
7/ 10
Média da crítica
Média dos usuários
Sua nota

Sobre o colaborador

avatar de Guimephiles

Reviews da crítica

9 / 10
Eurogamer
Ajuda | Sobre nós | Feeds | Anuncie conosco | Fale conosco

©2011 GameVicio