GameVicio Entretenimento: GameVicio | FlashVicio | Hhide.ME | ClubVicio | Fórum | Flow | MovieVicio

Review de R-Type Command para PSP de Outer Space

por Guimephiles, fonte Outer Space, data  editar remover


Command é a versão ocidental de R-Type Tactics, lançado no Japão em setembro do ano passado. Transformando a famosa série de tiro em um jogo de estratégia baseado em turnos, Command veio acrescentar uma opção nova de ambientação de ficção científica em um gênero dominado por jogos no estilo fantasia medieval, como Final Fantasy e Wild Arms.

Ação Espacial


Em R-Type Command, o jogador assume o papel de um militar pouco experiente durante a guerra entre a Terra e uma raça alienígena bizarra denominada Bydo, composta por monstros gigantes que voam pelo espaço devorando tudo em seu caminho. Durante essa guerra, a Space Corps (o exército do espaço) sofre pesadas baixas, o que obriga oficiais de patentes inferiores a ocuparem, de uma hora para outra, altos cargos de confiança, como é o caso do personagem principal, que repentinamente se vê o comandante de uma poderosa armada de caças e fragatas enviada para atacar o coração do inimigo e colocar um fim no conflito de uma vez por todas.

No modo de um jogador, a história é desenvolvida ao longo de aproximadamente 30 missões, que possuem objetivos simples como exterminar toda a oposição, destruir um inimigo específico ou alcançar algum ponto estratégico em meio a uma chuva de adversários. Todas ocorrem em uma espécie de tabuleiro preenchido por hexágonos sobre um fundo que representa o local, como o espaço cheio de estrelas, buracos negros, meteoros e destroços de naves destruídas no confronto, ou em cenários de diversos planetas, cada um com diferentes características (como água ou lava) que favorecem ou desfavorecem certas unidades.

As unidades das quais o jogador dispõe são representadas por diversos caças ???R-Type??? que são bastante diferentes entre si, tanto em questões gráficas quanto nas habilidades e capacidades de cada um ??? por exemplo, alguns são capazes de disparar armas com maior alcance, outros são especializados em defesa, alguns poucos possuem mísseis mais pesados, outros podem encontrar inimigos invisíveis, etc. Além dos caças, existem as fragatas que causam bastante dano e podem abrigar naves menores dentro delas, restaurando seu combustível, munição e efetuando reparos ??? funções também exercidas pelas pequenas naves de suprimentos. Algumas naves também são capazes de ???saírem de sincronia???, tornando-se invisíveis e inatingíveis, porém aumentando absurdamente seu consumo de combustível. ?? possível perceber, portanto, que há muito a se fazer no quesito gerenciamento de recursos, entre munição, combustível e pontos de vida de cada esquadrão de naves sob comando do jogador.

Um tipo especial de unidade, também familiar, é composto pelas Forces, espécie de máquinas no formato de esferas que se acoplam na parte dianteira ou traseira de alguns caças específicos, aumentando seu poder de fogo e opções de combate. Além disso, elas podem se destacar a qualquer momento e agirem sozinhas, acompanhando ou não o movimento dos R-Type e possibilitando algumas estratégias especiais de movimentação.

As unidades Bydo são compostas por naves orgânicas e alguns monstros bem bizarros com vários poderes especiais, surpreendendo o jogador a todo o momento com estratégias bem executadas, no melhor estilo dos jogos de xadrez mais difíceis. ?? importante tentar acompanhar e antecipar a movimentação do adversário, uma vez que o jogo é demorado para se desenvolver para ambos os lados (as unidades se iniciam distantes umas das outras e têm pouca movimentação em sua maioria), portanto, a atenção na colocação das peças é essencial. O ritmo lento significa que alguns estágios podem demorar quase uma hora para serem finalizados, e que os menos pacientes deveriam ficar longe deste título.

Em algumas fases é possível juntar recursos, com os quais será possível acessar o menu de pesquisa e desenvolvimento para criar novos tipos de unidades ou melhorar as já existentes, criando novas armas e equipamentos para que elas utilizem no campo de batalha. Os pilotos da tropa também evoluem suas habilidades, aumentando a precisão de seus disparos e o dano que eles causam, mas mesmo eles fazem pouca diferença na equação final do combate.

As regras de movimentação e ataque seguem alguns padrões estabelecidos similares a jogos de tabuleiros, mas não há um tutorial, apenas um menu onde as regras do jogo são explicadas em enormes e tediosos textos, um bola fora para a Irem. Uma ou duas missões para ensinar alguns truques e permitir que o jogador se acostume às opções disponíveis seriam bem vindas. Basicamente, as naves se deslocam pelos hexágonos dos mapas bidimensionais e podem atacar unidades inimigas que estejam ao alcance de suas armas, recebendo uma porcentagem de chance de acerto que varia conforme a situação e a precisão da arma. Ao ataque, segue um pequeno vídeo que mostra o combate acontecendo e o resultado em perdas de pontos de vida para ambos os lados (em alguns casos, pode existir um contra-ataque).

Space Corps are go!


Apesar de a maioria dos gráficos de R-Type Command serem compostas de bitmaps 2D de média qualidade, com várias pequenas naves ocupando a tela numa visão lateral (simulando os jogos side-scrolling da série, o que cria um divertido efeito nostálgico) que simula uma espécie de jogo de tabuleiro, o fundo dos mapas é composto por imagens tridimensionais com belos efeitos de luz, principalmente no espaço. O cenário é pouco interativo, servindo basicamente para atrapalhar a movimentação em alguns casos.

As poucas cenas entre fases disponíveis são de baixa qualidade, com efeitos de vídeo ruins que provavelmente datam da época em que o PSX ainda estava engatinhando, assim como as animações que representam os combates entre as unidades, que além de pouco inspiradas, ainda demoram demais para carregar, deixando o jogo que já não é muito ágil ainda mais travado.

Command possui um excelente modo multiplayer que funciona via ad-hoc, ou seja, rede local, para dois jogadores se enfrentarem e poderem apostar os recursos conquistados no modo de campanha em sua vitória. Todos os cenários vencidos no modo para um jogador podem ser utilizados em conjunto com um adversário. Além disso, conta também com uma galeria de imagens, outra de vídeos e uma de informações sobre a série, todos obtidos ao se vencer certas missões.



O Veredicto
: Como um jogo de estilo ???Tactics???, R-Type Command é competente ao apresentar muitas opções de estratégias diferentes de apenas subir de nível e tornar-se mais poderoso do que a oposição, fazendo necessário saber posicionar-se e utilizar os escassos recursos com sabedoria para vencer cada missão. Infelizmente, não houve capricho na apresentação final do produto, que tem gráficos de consoles ???16 bits??? em alguns pontos e imagens tridimensionais de gerações passadas em outros, alguns dos piores dentre a biblioteca do portátil. A campanha para um jogador é bastante extensa e interessante, e o modo para dois jogadores pode render boa diversão, mas o jogo é recomendado apenas para os que não se preocupam com gráficos e imagens de última geração ou com a alta exigência de paciência de um jogo de estratégia mal apresentado.


Prós:

- Muitas opções de estratégia;
- Dificuldade elevada, mas não frustrante;
- Modo para dois jogadores extremamente satisfatório.


Contras:

- Gráficos de baixa qualidade;
- História pouco interessante;
- Desenvolvimento lento demais para um jogo portátil, poderia oferecer opções mais ágeis.


Nenhum comentário

comments powered by Disqus
Outer Space
6/ 10
Média da crítica
Média dos usuários
Sua nota

Sobre o colaborador

avatar de Guimephiles

Tópicos relacionados

©2016 GameVicio