GameVicio Entretenimento: GameVicio | FlashVicio | Hhide.ME | ClubVicio | Fórum | Flow | MovieVicio

Review de Echochrome para PS3 de Outer Space

por Guimephiles, fonte Outer Space, data  editar remover


Baseado nas obras de Oscar Reutersvärd e M. C. Escher, Echochrome é um puzzle em que o objetivo é guiar o personagem através de uma paisagem em que a realidade depende unicamente do que o jogador vê. Para isso, não se controla um personagem (que é uma espécie de manequim), e sim a câmera, com o objetivo de adequar a perspectiva a uma ilusão de ótica que crie caminhos possíveis. O jogo se destaca pela originalidade, e por uma jogabilidade bem criativa e inovadora.

Só acredito vendo


?? difícil não se surpreender com uma apresentação ou vídeo de Echochrome. Além de todo um estilo visual único, o conceito por detrás do jogo soa extremamente original e criativo. A idéia de guiar o personagem através do mundo apenas com movimentos da câmera é algo fora do comum, diferente de tudo que já se viu.

Para entender a jogabilidade única de Echochrome, tão logo o jogo começa são apresentadas as cinco ???leis??? que determinam a realidade aqui. A primeira delas é a viagem em perspectiva, que permite que ao jogador conectar caminhos que estejam em alturas diferentes, bastando alinhar as arestas e pontas do mesmo. A segunda é chamada de aterrissagem em perspectiva, que faz com que, quando o personagem caia em um buraco, aterrisse no que aparentar estar por debaixo dele.

A terceira, existência em perspectiva, e a quarta, ausência em perspectiva, são bem similares, e possibilitam que o jogador possa ???esconder??? obstáculos com movimentos da câmera: se não é possível ver, não existe. A quinta e última lei, salto em perspectiva, mostra ao jogador que quando o personagem salta, tocando círculos vazios espalhados nas fases, vai parar logo acima de onde saltou, similar a aterrissagem em perspectiva.

Tão logo o jogador é informado dessas regras, começa o primeiro puzzle do jogo, que é resolvido com certa facilidade. Mas, naturalmente, esse é só uma segunda introdução, e logo em seguida começam fases mais complexas que requerem um pouco de raciocínio lógico. Mesmo depois que o jogador estiver familiarizado com está jogabilidade única, existirão fases realmente desafiadoras e que podem exigir também um pouco de habilidade com o direcional, para sempre conseguir a posição certa de visualização.

Além do modo básico de jogo, batizado de ???Infinite???, em que o jogador se diverte com seqüências aleatórias de puzzles, existe um outro modo chamado de ???Box???, onde é possível selecionar qual fase o jogador quer tentar. E também está presente um editor de fases chamado ???Canvas???, onde é possível criar e editar seus próprios puzzles. Um alerta importante: não é fácil criar um bom quebra-cabeças utilizando as mecânicas de Echochrome, devido as muitas variáveis que podem ser criadas pelas regras, portanto, o editor de fases é para quem domina completamente o jogo.

Arte Conceitual


Um dos destaques em Echochrome está em seus visuais. Tudo é preto e branco, as fases são basicamente retângulos vetoriais simples, sem qualquer textura, e seu personagem não passa de uma reprodução de um daqueles pequenos manequins usados por desenhistas. Mas é exatamente nessa simplicidade que percebemos a qualidade de um jogo com ambições artísticas. Tudo em Echochrome é usado para compor uma apresentação agradável e erudita, dos menus à trilha sonora.

Olhando dessa forma, Echochrome parece mesmo uma obra de arte, com poucas imperfeições e quase nenhum defeito visível. Mas existe um quesito em que o jogo perde o encanto: a durabilidade. Apesar da idéia ser interessante, as variações sobre a fórmula não são tantas assim, de forma que em menos de 10 fases concluídas, a maior parte dos jogadores já terá enjoado de Echochrome. A verdade é que, ao contrário da maior parte dos puzzles, onde regras simples constroem desafios complexos, aqui são regras não tão simples fazendo desafios pouco complexos. Um jogo interessante para PSN e algo parecido, mas que não diverte por muito tempo.


O Veredicto
: Com um estilo gráfico tão particular, que consegue se justificar com simples linhas pretas em um fundo branco, e uma jogabilidade baseada em ilusões de perspectiva muito original, Echochrome aparenta ser um puzzle genial. Porém, a idéia, por mais que tenha sido bem aproveitada em inúmeros quebra-cabeças, definitivamente não rende tanto assim. Não demora muito para que fique cansativo e repetitivo.


Prós:

- Visuais arrojados;
- Jogabilidade inovadora;
- Estilo de sobra.


Contras:

- Cansativo e repetitivo;
- Idéia não rende tanto.


Nenhum comentário

comments powered by Disqus
Outer Space
7/ 10
Média da crítica
Média dos usuários
Sua nota

Sobre o colaborador

avatar de Guimephiles
©2016 GameVicio