GameVicio Entretenimento: GameVicio | FlashVicio | Hhide.ME | ClubVicio | Fórum | Flow | MovieVicio

Review de Fable II para X360 de Outer Space

por Guimephiles, fonte Outer Space, data  editar remover


Sucessor do RPG de 2003, Fable 2 continua a história dos heróis do mundo de Albion séculos após o encerramento da trama original, dando ao jogador a oportunidade de escolher entre o caminho do bem e do mal através de suas ações e moldar o mundo ao seu redor de maneira única e profunda, enquanto busca vingança contra um inimigo do passado.

Assim como o original, a ambição de seu design e o grande escopo da jogabilidade são um estímulo para experimentações e descobertas, mas que nem sempre funcionam tão bem como deveriam.

O vôo da pomba

A história se inicia com uma divertida cena envolvendo uma pomba cruzando diversos cenários para chegar à cidade de Bowerstone e a dois pequenos moradores de rua (o sexo do personagem principal é selecionado logo de início) que residem no bairro pobre local. Após se livrarem do pássaro, eles ouvem uma comoção na praça e vão investigar o que está ocorrendo, deparando-se com um vendedor de ???itens mágicos???, que na verdade não passa de um charlatão (vendendo coisas como um espelho que sempre deixa a pessoa linda, mas que só funciona na escuridão completa). Em dado momento ele anuncia uma caixinha de música que pode realizar um desejo de uma pessoa, por cinco moedas de ouro. As duas crianças pensam que poderia ser verdade, mas também que cinco moedas seriam suficientes para se alimentarem por uma semana. Neste momento, uma estranha cigana cega se aproxima e diz que elas deveriam perseguir seus sonhos, porque se usassem cinco moedas para comerem, na semana seguinte continuariam na mesma situação.
Determinadas a descobrir o segredo da caixa, as duas crianças começam a fazer diversos pequenos serviços em troca de uma moeda, como levar correspondências, localizar folhetos de criminosos procurados e servir de modelos para fotos. Logo de início, o jogo já oferece algumas escolhas que definirão a ???moral??? de Sparrow ??? apelido do personagem principal, independente do sexo ??? como entregar os folhetos para o xerife ou para um bandido. Essa mesma escolha fará com que, no futuro, a cidade seja um local limpo e pacífico ou um antro de criminalidade. Considerando que apenas uma escolha é capaz de alterar assim um local, é possível imaginar o resultado de diversas escolhas espalhadas por um enorme mundo que está em mudança mesmo quando o jogador não o está afetando diretamente. Esta é a experiência permitida por Fable.

Comprando a caixinha, as meninas desejam morar no castelo do lorde local, e acabam sendo levadas até lá. Infelizmente, o lorde na verdade era um poderoso feiticeiro que queria fazer experiências com as duas para descobrir se elas eram ???Heróis???, razão pela qual seriam capazes de utilizar a magia da caixinha. Percebendo que suas suspeitas estavam corretas, ele dispara contra ambas, matando Rose, a irmã de Sparow, e ferindo a outra gravemente. Salva pela estranha cigana e por seu cão vira-lata, que sempre a está acompanhando, a protagonista é treinada durante anos para se aprimorar, receber seus dons de ???Herói??? e vingar-se do lorde, salvando também o mundo de seus perigosos planos.

RPG e Ação

Adotando uma jogabilidade de RPG de ação, derivada principalmente de RPGs japoneses como Zelda (principalmente a partir das versões de N64) e a série Mana, Fable apresenta controles simples e ágeis, que vão se complicando aos poucos, na medida em que a personagem principal vai aprendendo novas técnicas e magias. Os direcionais servem para controlar a câmera (direito) e os movimentos da personagem (esquerdo), enquanto os botões executam diversas ações, como atacar, atirar, usar magias, comunicar-se com outras pessoas (através de um divertido sistema de emoticons) e ativar objetos.

Interagir com o mundo de Fable é uma experiência bastante completa. Só é possível efetivamente conversar, com textos e vozes, com algumas pessoas (principalmente aquelas relacionadas às quests, ou seja, aos objetivos do jogo), porém, o restante da população fala e reage ao personagem conforme sua reputação (adquirida cumprindo certos objetivos, como Amante de Cães, obtida ao treinar bastante seu fiel companheiro) e as emoções que sentem por ele, adquiridas através de diversos emoticons disponíveis, que vão sendo aprendidos na medida em que o jogo avança, divididos entre social (como cumprimentar as pessoas, conversar, pedir para te seguirem), amedrontador (como gritar, intimidar), divertido (dançar, fazer poses, soltar pum), flerte (seduzir, exibir-se), dentre outros. As pessoas podem se tornar amigas, fãs ou até namorados e esposas do personagem principal se o jogador buscar reações positivas, ou atacá-lo e temê-lo, caso busque reações negativas, definindo se ele trilhará o caminho do bem ou o caminho do mal dentro dessas escolhas. ?? interessante notar como pequenos atos trazem fortes reações, como andar na cidade com armas em punho fará com que os habitantes fujam e se amedrontem. Neste quesito, o jogo lembra bastante a interação proporcionada por The Sims.
Além da interação com as pessoas, existem vários outros minigames espalhados pelo mundo, desde puzzles a serem solucionados em templos e dungeons, até pequenos empregos que Sparrow pode adotar para ganhar algum dinheiro, dentre eles virar aprendiz de ferreiro (forjando espadas) ou cortar madeira, ambos executados a partir de comandos simples como pressionar o botão na hora exata em que uma barra é carregada. Com o dinheiro ganho, é possível comprar equipamentos (dentre diversas armas e acessórios), roupas que lhe deixam mais atraente, mais benigno ou mais maligno, conforme o tipo, cortes de cabelo e barba, livros que ensinam novas expressões, técnicas ou para treinar o companheiro canino, ensinando-o a atacar, localizar tesouros, pressentir a presença de determinados inimigos, tinturas para cabelo e roupas, comida, que pode ser mais saudável ou mais gordurosa, engordando o personagem que a consome, enfim, diversos implementos com os quais explorar as dezenas de opções de customização oferecidas tanto para o protagonista, quando para o mundo à sua volta. ?? possível até mesmo comprar e mobiliar uma casa, onde irá viver após casado e lá ter filhos.

Em combate, o protagonista sempre carrega duas armas: uma para combate corpo a corpo, como espadas, martelos e machados; e outra para atacar à distância, entre bestas, pistolas e rifles, com diferentes estatísticas entre velocidade dos ataques, dano causado e peso. O sistema é bem similar aos dos RPGs supracitados (Zelda e a série Mana), com a possibilidade de criação de combos, ataques especiais, defesa, intercalar disparos e golpes corpo-a-corpo, e também o uso de certas magias, tudo isso desenvolvido com o dispêndio de pontos de experiência acumulados a partir de inimigos derrotados. Com as magias, é possível atacar, parar o tempo à volta do personagem, invocar mortos-vivos para lutarem ao seu lado, jogar os inimigos para longe, confundi-los, dentre outros efeitos, que podem precisar ser carregados por um tempo, expondo o protagonista ao perigo de ser atacado sem defesas. Como Sparrow vai adquirindo novas capacidades aos poucos, o jogador tem tempo para se acostumar a todas as opções, com uma curva de aprendizado pouco íngreme e muito divertida, que repassa a sensação de se estar aprendendo junto com o protagonista, permitindo uma maior identificação com ele.

O personagem principal é afetado por uma grande gama de fatores, principalmente no eixo do bem e do mal, que reflete suas escolhas mais diretamente, mas também pureza e corrupção, peso e tamanho, juventude e velhice, dentre outros. A maior parte é afetada por sua interação com o mundo, como alimentar-se de coisas mais saudáveis (menos gordura e menor corrupção), casar-se e não trair o marido ou esposa, sendo possíveis inclusive relacionamentos entre membros do mesmo sexo (o adultério proporciona perda de pureza). Considerando-se um mundo aproximadamente 10 vezes maior que o do Fable original, existem mais escolhas para a caracterização, permitindo personagens muito diferentes entre si. ?? interessante notar também como a distribuição da experiência entre os três atributos altera a aparência de Sparrow ??? Força, que rege o combate corpo a corpo, o torna mais musculoso; a Habilidade, que rege o combate à distância torna-o mais alto e esguio; e a Vontade, que rege o uso de magias, faz com que surjam estranhas marcas azuis brilhantes em sua pele, como se fossem tatuagens sobrenaturais.

Albion e além...

Em quesitos gráficos, Fable 2 não evoluiu tanto. Considerando-se o tamanho do mundo e a quantidade de modelos diferentes de personagens e vilas e dungeons bastante povoadas de criaturas que reagem conforme as atitudes tomadas pelo protagonista, era possível se esperar alguma inconsistência visual. Ainda assim, ele é muito bonito, com modelos detalhados e limpos (ainda que não totalmente, com serrilhados e pequenos defeitos que aparecem conforme a posição da câmera), sombras e luzes realistas, enormes cenários preenchidos com texturas extremamente bem acabadas (e que permitem a visualização de grandes distâncias) e toda uma ambientação que se altera conforme o local e os eventos que estejam ocorrendo. Efeitos climáticos atrapalham a visão, e o sol nasce ou se põe conforme o horário in-game.
A trilha sonora é épica, porém leve, mesclando-se ao ambiente sem dificuldades, passando quase que despercebida, como se fosse somente mais um detalhe do cenário, ambientando o jogador para a experiência. Os efeitos sonoros são de bom gosto e juntam o realista ao caricato conforme o momento e a situação. A atuação dos dubladores ??? um dos destaques do Fable original ??? é mais uma vez impecável.

O jogo é bastante dinâmico e existem diferentes quests para se executar em cada região, que surgem e desaparecem dinamicamente, sem a intervenção do jogador, conforme a estação do ano, o horário ou problemas que surjam no momento. Um bando de malfeitores pode estar assolando uma região, abrindo uma quest para capturá-los, mas caso o jogador demore demais para aceitá-la, o bando pode ter simplesmente desaparecido ou tomado a cidade, desaparecendo com a quest ou alterando-a para se adequar à nova situação. Apesar de ser não-linear, é possível ligar uma espécie de ???caminho de farelos??? no qual uma linha feita de algo que lembra farelos de pão brilhantes liga o personagem ao objetivo ou local de início/realização da missão, poupando ao jogador o trabalho de ficar perdido no enorme mundo de Albion. Além disso, caso alguma localidade já tenha sido visitada anteriormente, é possível ir até lá automaticamente, passando apenas por uma tela de loading (que é um pouco demorada demais) e perdendo o tempo da caminhada, que é calculado e exibido pelo sistema antes da confirmação.

Além da campanha principal, o jogo conta ainda com duas opções multiplayer: uma na qual outro jogador local pode entrar como um ???Henchman??? do jogador principal e ajudá-lo; e outra online acessada através de um patch lançado na Live que permite aos jogadores acessarem os mundos uns dos outros e cumprir algumas quests em grupo. Com isso, Fable 2 pode render muitas e muitas horas de jogatina, tanto quanto Oblivion ou Fallout 3, sem contar as quests para download que a produtora já anda prometendo.

Infelizmente, existem alguns bugs na versão final que podem desde impedir a conclusão de algumas missões até corromper o jogo salvo (pode existir apenas um por perfil do Xbox), forçando o jogador a começar tudo do zero. A Lionhead já prometeu lançar patches para corrigir estes erros, mas não ofereceu quaisquer datas ou informações adicionais ainda.



O Veredicto: Fable 2 é uma experiência extensa e completa. Aliando dezenas de quests, profissões que variam desde ferreiro e lenhador até assassino e caçador de recompensas, possibilidades de relacionamentos, a compra, venda e aluguel de imóveis e muitos achievements, o jogo já é uma excelente experiência para um jogador. E nesta sequência seu imenso valor foi ainda ampliado com os modos multiplayer e a possibilidade de existirem novas quests a serem adquiridas através da Live.


Prós:

- Belos cenários e modelos de personagens e monstros;
- Trama envolvente que se desenvolve ao longo de toda uma vida do protagonista;
- Personagens carismáticos;
- Amplas opções de estilo de jogo e customização.


Contras:

- Loadings demorados;
- Diversos bugs, alguns dos quais podem corromper os jogos salvos.


Nenhum comentário

comments powered by Disqus
Outer Space
8/ 10
Média da crítica
Média dos usuários
Sua nota

Sobre o colaborador

avatar de Guimephiles

Reviews da crítica

4.3 / 5
Fliperama
©2016 GameVicio