GameVicio Entretenimento: GameVicio | FlashVicio | Hhide.ME | ClubVicio | Fórum | Flow | MovieVicio

Review de Tatsunoko vs. Capcom: Ultimate All-Stars para Wii de GameVicio

por Diego-Angellove, data  editar remover


Novos Personagens


Com Ryu, Akuma e Chun-Li todos já estavam acostumados. Mas Wolverine? Hulk? Capitão América? Quando os punhos dos artistas marciais da Capcom e dos heróis da Marvel se cruzaram nos fliperamas, a combinação explosiva resultou em uma série de luta enorme, gigantesca, pra Galactus nenhum botar defeito. Agora, depois de uns bons anos, a casa de Street Fighter se une a outros super-humanos na arena de combate.

A mistura pode ser diferente, mas a emoção ??? agora que a batalha já começou em solo japonês ??? é definitivamente a mesma.

O quinto jogo da série ???Versus??? reúne figurinhas carimbadas da Capcom com personagens da Tatsunoko, produtora de animações que foi responsável por coisas como Speed Racer e Zillion, ambas bem famosas inclusive no Brasil. Mas infelizmente nenhuma delas está presente no jogo: personagens mais ???obscuros??? (mas bem famosos no Japão) como Yattaman, Ippatsuman e Gold Lightan ??? o robô-isqueiro. Mesmo assim, é um elenco colorido e interessante o suficiente para justificar os testes com os heróis orientais.


Inovação!? Infelizmente Não! Escolha de Personagens


Mas o que pode surpreender mais (e mais facilmente) é a lista de lutadores escolhidos para o lado Capcom. Ryu, Chun-Li e Morrigan são os únicos participantes relativamente óbvios ??? a seleção de 11 personagens ainda conta com personagens menos prováveis como Alex (de Street Fighter III), Batsu (de Rival Schools) e Souki (de Onimusha: Dawn of Dreams). Todos com golpes e estilos de jogabilidade bastante variados.

De ambos os lados, os destaques ficam com o dito robô acendedor de cigarros e o PTX-40ª, de Lost Planet. Eles são os únicos que entram em cena sozinhos: personagens gigantes com uma única barra de vida e muita, muita força mesmo. Essa é a vantagem. Mas por outro lado... quanto mais alto o personagem, maior a queda.

A seleção não é nem tão limitada quanto a de um Street Fighter II nem tão absurda quanto um Marvel Vs. Capcom 2 ??? ela é feita na medida certa.


Jogabilidade


Mas e o nível da pancadaria, como anda? Bem, digamos assim: jogar Tatsunoko vs. Capcom com um controle arcade é garantia de uma viagem no túnel do tempo para a era de ouro dos fliperamas. As batalhas furiosas em duplas, combos obscenamente compridos e efeitos especiais que quase lhe obrigam a usar óculos escuros estão de volta.

Mesmo assim, os muitos anos de ausência ??? e a troca das mãos na produção - fizeram com que o novo jogo chegasse com algumas diferenças. O número de botões é uma delas: se os capítulos antigos seguiam o estilo tradicional Capcom de seis botões ??? três de soco e três de chute ??? Tatsunoko vem com uma versão simplificada. Agora são só três: golpe fraco, médio e forte. Mais um botão para trocar de personagem. E é isso. E os outros nem fazem tanta falta assim.


Dificuldade


?? inegável que a complexidade do jogo diminuiu. Ter menos botões significa ter menos possibilidades, pelo menos em teoria. Mas quem já jogou um Guilty Gear ou King of Fighters sabe que três ou quatro botões são suficientes para garantir boas pelejas ??? e isso também se faz verdadeiro no novo Versus... principalmente quando você vê os combos aéreos sendo emendados com golpes especiais e que são emendados com outros especiais.

Essa configuração vale tanto para o Controle Arcade quanto para o Classic Controller do Wii e o controle do GameCube ??? dentre os quais o último é o menos confortável por causa da disposição dos botões. Já com o Controle Remoto do Wii, fica tudo mais simplificado ainda: o botão 1 fica para ataques ???normais??? e o 2 para ???especiais???. Ou seja, é só apertar para frente e um botão para ver Hadoukens voarem pela tela... o que facilita bastante o trabalho de quem não passou tardes a fio perdendo e ganhando fichas.


Como fica o jogo em relação aos seus antecessores? Visão dos Fãs

Fãs da velha guarda também se sentirão felizes em saber que a tradição de últimos chefes monstruosos e injustos também não foi esquecida. Ao chegar no final da jornada, as duplas são recebidas pelo último chefe de um jogo bem recente da Capcom ??? com nada menos que três formas e alguns ataques que pegam a tela inteira. Se estava faltando desafio em fim de jogo de luta, aqui esse problema é perfeitamente resolvido. Talvez bem até demais.

Tudo isso, junto aos personagens exclusivos, mini-games e finais animados da versão Wii faz com que Tatsunoko vs. Capcom seja adição quase que obrigatória a qualquer coleção ??? mesmo que os heróis do lado de lá pareçam um pouco estranhos. Como se heróis de roupa colante e cueca por cima da calça fossem bem normais.


Análise Técnica


Gráficos: 8,0
Jogabilidade: 8,0
Diversão: 7,5
Desafio: 8,25
Trilha Sonora: 9,0


Nenhum comentário

comments powered by Disqus
GameVicio
8.5/ 10
Média da crítica
Média dos usuários
Sua nota

Sobre o colaborador

avatar de Diego-Angellove

Reviews da crítica

©2016 GameVicio