GameVicio Entretenimento: GameVicio | FlashVicio | Hhide.ME | ClubVicio | Fórum | Flow | MovieVicio

Review de Need for Speed: ProStreet para PC de GameVicio

por Anônimo, data  editar remover


A EA Games deu uma bela melhorada na série Need for Speed a partir do título Underground, no qual foi implantada a possibilidade de construir o carro dos sonhos, podendo personalizá-lo desde o motor até seu visual.
Depois veio o Underground 2, que além de melhorar o sistema de tunning, trouxe junto uma vasta cidade para ser explorada. Era livre, podiamos ir pra qualquer direção.
Most Wanted, terceiro título da série ???tunning??? do NFS, uniu mais coisas à antiga fórmula: policias e mais policias perseguindo-o em uma ampla cidade de corridas ilegais.
Depois veio o Carbon, que não acrescentou muitas novidades à série, mas que também não decepcionou.
Agora chegou a vez do Need for Speed: ProStreet, que veio com a dura missão de dar novos ares à série. Será que ele conseguiu? Continue lendo.

História

Quando abrimos o jogo, lemos uma mensagem dizendo que agora não existem mais corridas ilegais, que essas corridas são do passado. ?? verdade, agora você compete em eventos legais (pistas fechadas) com patrocinadores e muitos competidores com carros bastante furiosos.
Você é um piloto chamado Ryan Cooper e está disposto a conquistar o título "Rei das Ruas", ou seja, ser o melhor piloto do mundo. ?? óbvio que não será uma tarefa fácil, pois você terá que vencer eventos de várias modalidades e em muitas localidades do planeta.

Jogabilidade

Esta foi a mudança mais drástica no jogo: a direção está realista. A dirigibilidade não é fácil como em Most Wanted.
Esta mudança provavelmente ocorreu por dois fatores: agora o jogo é em pistas fechadas (como dito acima) e pelo sistema de danos (depois falaremos sobre isso).
Muitas vezes chega a ser irritante dirigir em pistas como muitas curvas, pois somos obrigados a diminuir consideravelmente a velocidade do carro. Caso não o façamos, o carro irá virar pouco e baterá na mureta.
Mas com tempo nos acostumamos, e jogar com um volante (de preferência com force feedback) pode facilitar bastante.
Também teve uma pequena mudança no sistema de nitro: agora tem um limite de uso. Por exemplo, alguns carros permitem usar duas vezes o nitro em uma pista, já outros 3 vezes. Isso acaba por irritar, mesmo sendo assim na realidade.

Modos de Jogo

Estamos contando com apenas quatro modos de jogo: Drag, Grip, Drift e Speed Challenge.
Drag: Este modo decidirá qual carro tem um poder de aceleração superior e também qual piloto tem uma boa habilidade ao trocar. Qual piloto sabe tirar maior proveito do possante?
Grip: Corridas normais, com X voltas e obviamente vence quem chegar em 1º.
Drift: Aquelas tradicionais derrapagens. Derrape, faça pontos e ainda mais pontos com derrapagens perfeitas. São três turnos cada corrida, e é preciso vencer no mínimo dois deles para vencer o desafio.
Speed Challenge: Ganha quer tiver a maior soma de velocidade final. São pistas ótimas para pegar velocidades, mas com algumas armadilhas que poderão resultar no fracasso da prova.
São quatro modos de jogo e nós temos que ter um carro para cada modo. Assim poderemos personalizá-los para cada tipo de corrida, o que pode facilitar a chegada ao pódio.
Vale destacar que as corridas são divididas por 'Race Day' (Dia de Corrida). ?? preciso fazer um certo número de pontos vencendo os desafios do evento para assim poder completar o Race Day.

Sistema de Danos

Muitos jogadores reclamavam que os carros não ficavam danificados. No máximo os carros ficavam arranhados e com vidros trincados.
A grande (e boa) novidade do ProStreet: um excelente sistema de danos.
Os danos dos carros podem ser leves, tendo apenas alguns arranhões ou vidros trincados, também pode ser algo mais moderado e isso irá prejudicar a velocidade e estabilidade do carro. E por último, tem o ???bye bye???, que é quando a corrida está totalmente perdida por causa do carro totalmente destruído. ?? melhor tomar cuidado ao fazer aquela curva em alta velocidade, pois do contrário você poderá acabar com o carro e conseqüentemente, com a corrida. Ahhh, vale dizer que não é barato consertá-lo.

Tunning

Não é porque estamos em eventos legais que nosso carro não pode ser ???o bicho???.
Seguindo o mesmo estilo do Autosculpt do Carbon, este NFS nos dá ainda mais liberdade e opções na hora de gastar a grana conquistada nos eventos.
A parte estética do carro está praticamente ilimitada. Como exemplo, vou citar a personalização das Rodas: mudar a espessura, o tamanho dos raios, entre outras coisas.
Quanto á parte de perfomance, está estupenda. Podemos melhorar a aerodinâmica, freios, chassi (o carro fica mais resistente), potência do nitro, do motor... São muitas coisas para mudar.
Contamos com 59 carros. São carros que foram lançados em 1964 até 2008.

Som

Os sons dos motores condizem com os dos carros na nossa realidade, ou seja, cada carro tem um som diferente. Mesmo isso não sendo novidade, está muito bem feito.
A maioria das músicas foi criada por Junkie Xl, o mesmo cara que participou do NFS: Carbon. Temos vários estilos, como rock metal, Techno, punks e eletrônicas.
Músicas vai muito do gosto de cada um, e particularmente eu gostei da trilha sonora do ProStreet.

Gráficos

Antes do lançamento do jogo vi os requisitos mínimos para poder rodá-lo. Confesso que até me assustei, pois ???como um jogo de corrida poderia pesar tanto????. Não que ele seja pesado, pois a EA fez uma boa otimização, mas também não é leve.
Curiosamente, mesmo no Windows Vista, o jogo não usa o DirectX10. Mas mesmo usando o DirectX9 ainda obtém resultados gráficos impressionantes.
A máquina que rodou o jogo usava o Windows XP SP2 com 2GB de RAM, Intel Dual Core 1.6 e uma GeForce 8600GT 256MB. Configurei em 1024x768, Anti-aliasing 2x e a maioria dos efeitos ligados. Para minha surpresa rodou bem, pois raramente ficava com menos de 30 FPS (sigla em inglês, frames per second).
Temos efeitos respeitáveis efeitos de iluminação, sombras, reflexos dos carros e até reflexo do sol no asfalto. Não podemos deixar de citar a fumaça no jogo, que desta vez está muito realista.
O detalhamento e uso das cores nos carros estão beirando a realidade. ?? possível aplicar vários efeitos na pintura, como ???fosco???, ???incandescente??? e inúmeros outros.

Tradução com a marca GameVicio Brasil

Infelizmente as produtoras de games ainda não estão dispostas a investir no nosso mercado. Isso se deve a várias razões, mas a principal é a pirataria. Justamente por isso não temos muitos jogos traduzidos oficialmente para nosso querido português, mas a GameVicio traduziu todo o ProStreet. E em tempo recorde: a tradução foi lançada exatamente no mesmo dia que o jogo foi lançado no Brasil!
?? muito mais prazeroso jogar um game em PT-BR, ainda mais quando não entendemos os idiomas padrões que o jogo tem.

Prós & Contras

Prós:
  1. Gráficos e sons excelentes;
  2. O Autosculpt está um show;
  3. Muitos modelos realistas de carros;
  4. Convincente sistema de danos e física;
  5. Modo Speed Challenge é bastante emocionante;
  6. Bastante comprido. Parece que nunca acaba.

Contras:
  1. Circuitos fechados;
  2. Não tem mais polícia;
  3. Jogabilidade muito difícil. Não combina com NFS;
  4. História praticamente inexistente;
  5. Pode enjoar rápido na metade do jogo.


Conclusão

Têm muitos pontos fortes, que fazem o jogo ter um espaço no nosso HD (mais precisamente 7.43GB), porém têm algumas coisas que nos fazem pensar em como a série NFS regrediu de uns tempos pra cá.
Corremos em grandes circuitos fechados, sem polícia e muitas vezes sem muita velocidade, mas mesmo assim consegue nos dar certa adrenalina ao tentar manter a liderança da corrida ou não bater o carro.
Será que vale a pena comprá-lo? Vale a pena comprá-lo sim, principalmente se você é um amante fiel da série ou gosta de simuladores de corrida. ProStreet pode ter conquistados fãs da série Gran Turismo, mas infelizmente acabou perdendo muitos fãs antigos da série NFS.


Nenhum comentário

comments powered by Disqus
GameVicio
7.5/ 10
Média da crítica
Média dos usuários
Sua nota

Sobre o colaborador

avatar de Anônimo

Reviews da crítica

©2016 GameVicio