GameVicio Entretenimento: GameVicio | FlashVicio | Hhide.ME | ClubVicio | Fórum | Flow | MovieVicio

Review de Pirates: The Legend of Black Buccaneer para PS2 de GameVicio

por GameVicio, data  editar remover


Parecido com Piratas do Caribe, mas não com a mesma diversão.

Aproveitando o lançamento do segundo filme Piratas do Caribe e também dos seus títulos, um novo jogo chega para aproveitar dessa queda dos jogadores por aventuras de piratas. Pirates: The Legend of Black Buccaneer é um jogo de ação e aventura com toques de magia negra, contando a lenda do Black Buccanner ??? o pirata negro.

O início

O jogador assume o papel de Francis Blade, um pirata destemido em busca de fortuna. Mas seu barco naufraga e ele se vê obrigado a explorar uma misteriosa ilha. Estranhas inscrições em portas e itens de magia negra fazem parte do cenário, além de uma gigantesca comunidade de macacos nada amigáveis.

Sem divisão de fases

Ao consultar o mapa, você verá o setor atual do lado esquerdo e um mapa de toda ilha do lado direito. De início, poucas áreas poderão ser exploradas devido às limitações de habilidade de Francis, porém aos poucos todas as áreas ficarão disponíveis para livre trânsito.

Esta característica pode ser considerada um ponto positivo para os amantes de RPG que já estão habituados a ir e vir várias vezes na mesma locação, todavia um jogador do estilo ação se sentirá confuso e perdido sobre qual passo deve dar para progredir no jogo.

O início do jogo é desestimulante devido a você jogar por várias horas e não sentir que está progredindo de fato ??? exceto quando se transforma em Black Buccaneer.

Somente após muitas horas de jogo, é possível entender o mecanismo de evolução do jogo.

Missões

Nas primeiras horas de jogo, Francis consegue encontrar os quatro grandes objetivos do jogo: reparar o barco e fugir da ilha, ajudar a garota a encontrar os restos mortais de seu pai, encontrar o grande tesouro e realizar oferendas nos altares. Cada objetivo se divide em várias submissões, por exemplo: para construir o barco, recolha madeira, uma bússola, suprimentos, etc. Curiosamente todos os objetos são cumpridos praticamente ao mesmo tempo quando seu personagem estiver bem adiantado.

De posso de todos os quests (missões), o jogador continua desorientado e não sabe qual objetivo tentar cumprir primeiro ou mesmo, qual área deve prosseguir. Sempre que você visita uma área, vários macacos precisão ser derrotados para ganhar ???oferendas??? e também permitir explorar o cenário com calma ??? infelizmente ao revisitar uma área, todos os inimigos voltam para atrapalhar sua vida.

O jogador não é obrigado a cumprir todas as missões, no caso dos sacrifícios dos altares, estes melhorarão suas habilidades, facilitando sua vitória contra os inimigos que se tornam cada vez mais difíceis. Ajudar a garota torna-se obrigatório, já que você precisa da ajuda dela para acessar determinadas áreas do mapa da ilha.

O Black Buccaneer

Logo no início do jogo, Francis encontra um amuleto que permite transformá-lo em Black Buccaneer, mudando um pouco a jogabilidade do jogo, mas acima de tudo, deixando os golpes mais fortes. Esta transformação é regida por uma barra que é diminuída conforme seu personagem luta. Além da grande força, a transformação não trás nenhuma habilidade adicional que seja vital no cumprimento das missões.

Magia negra

Francis e o Black Buccanner podem manipular certos poderes negros como invocar um zumbi para ajudar a derrotar inimigos ou então assumir o controle do inimigo mais próximo. Conseguir estas habilidades é uma tarefa que demanda uma profunda exploração do cenário. No caso de Francis, o jogador pode disparar a pistola que embora demore para recarregar, ajuda no combate a distância; posteriormente, Francis ganha a habilidade de arremessar bombas que de fato são úteis.

Fonte da letra pouco legível

A história é contada por cut-scenes estáticas com uma agradável voz relatando os mitos da ilha e os feitos de Francis, porém quem deseja ler a legenda terá dificuldade, pois a letra adotada não é das melhores. A fonte das legendas é também usada por toda a interface, incluindo os objetivos.

Gráficos

As ambientações e fundos de cenário são muito atraentes, embora as partes de interação repetem constantemente. Como o jogo é relativamente curto e sem animações dinâmicas, os desenvolvedores deveriam ter criados mais objetos no cenário que já possui texturas realistas.

Jogabilidade

Como dissemos antes, a jogabilidade dos personagem é bastante semelhante. O jogador começa com quatro combos básicos para cada um dos personagens e pode chegar ao máximo de dez ??? explorando todo o jogo. Durante os combates, sentimos falta de um botão para focar um alvo, assim como está presente para disparar a arma ou arremessar uma bomba. O combate é simplificado: ataque fraco, ataque forte, bloqueio e esquiva.

O jogo reserva várias horas de saltos em plataformas, não tão elaborados quanto em Prince of Persia, mas com seus pontos positivos: o computador auxilia o jogador na hora de saltar e se pendurar. Notamos um problema que se repetiu durante todo o jogo que é o personagem cair inesperadamente após subir pela borda da plataforma.

Veredicto

Embora tenha pegado carona na fascinação do público pelas antigas histórias de piratas, Pirates: The Legend of Black Buccaneer é satisfatório e garante algumas horas de diversão se o jogador suportar os passos iniciais completamente desorientados. A legenda é difícil de ser acompanhada por uma péssima escolha de fonte. Um jogo razoável que mostra uma indecisão dos desenvolvedores na escolha do gênero principal.


Nenhum comentário

||

Sobre o colaborador

avatar de GameVicio
©2016 GameVicio